Área de Proteção Ambiental de Itupararanga

Área de Proteção Ambiental Itupararanga de nível Estadual, localizado (a) em Alumínio (SP), Cotia (SP), Ibiúna (SP), Mairinque (SP), Piedade (SP), São Roque (SP), Vargem Grande Paulista (SP), Votorantim (SP)

A Área de Proteção Ambiental (APA) de Itupararanga foi criada pela Lei Estadual nº 10.100, de 01 de dezembro de 1998 e alterada pela Lei Estadual 11.579 de 02 de dezembro de 2003, pelo deputado Hamilton Pereira, cujo objetivo é o uso sustentável e conservação ambiental. A área de da APA corresponde à área da bacia hidrográfica da Represa de Itupararanga, que inclui os municípios de Alumínio, Cotia, Ibiúna, Mairinque, Piedade, São Roque, Vargem Grande Paulista e Votorantim, com área total de 93.356,75 hectares. A realização da APA é fruto de diversos estudos efetuados inicialmente pela UNISO - Universidade de Sorocaba.

A Represa de Itupararanga constitui-se no maior reservatório manancial de água doce da região de Sorocaba. A atividade agrícola com uso de agrotóxicos próxima às margens do reservatório bem como o uso da água sem o controle dos órgãos fiscalizadores pode trazer sérios prejuízos à qualidade da água que abastece os vários municípios.[1] Grande parte da Serra de São Francisco encontra-se no âmbito da Área de Proteção Ambiental de Itupararanga que visa à proteção de todos os mananciais. O local é de especial interesse ecológico por representar um dos últimos refúgios da fauna e flora local e da região.

Ver também editar

Referências

  Este artigo sobre uma Unidade de Conservação da Natureza é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.