Abrir menu principal

(26375) 1999 DE9

asteroide

(26375) 1999 DE9 é um objeto transnetuniano localizado no disco disperso. É classificado como um objeto ressonante por estar em um ressonância orbital 2:5 com Netuno.[1] Possui um período orbital de 412,09 anos e um semieixo maior de 55,376 UA.[2] Ele possui uma magnitude absoluta de 5,1[4]

1999 DE9
Número 26375
Data da descoberta 20 de fevereiro de 1999
Descoberto por Chadwick A. Trujillo
Jane Luu
Categoria Transnetuniano
(ressonância 2:5)[1]
Objeto do disco disperso
Precedido por (26374) 1999 CP106
Sucedido por 26376 Roborosa
Elementos orbitais[2]
Semieixo maior 55,985 UA
Periélio 32,320 UA
Afélio 79,650 UA
Excentricidade 0,423
Período orbital 150516,76 d (412,09 a)
Anomalia média 22,851°°
Inclinação 7,6°
Longitude do nó ascendente 322,979°°
Argumento do periastro 159,147°°
Características físicas
Dimensões 461 ±45 km[3] km ou 452[1] km
Magnitude absoluta 5,1[2]
Albedo 0,06-0,08[3]

Observações com o Telescópio Espacial Spitzer estimam um diâmetro de 461 km,[3] fazendo de 1999 DE9 um candidato a planeta anão. O astrônomo Mike Brown diz que ele é "provavelmente" um planeta anão.[5] Análises de curva de luz apresentam pequenas variações apenas, sugerindo que 1999 DE9 é esférico e portanto um planeta anão.[6]

DescobertaEditar

(26375) 1999 DE9 foi descoberto no dia 20 de fevereiro de 1999 pelos astrônomos Chadwick A. Trujillo e Jane Luu no Observatório Nacional de Kitt Peak.[4]

ÓrbitaEditar

A órbita de (26375) 1999 DE9 tem uma excentricidade de 0,533 e possui um semieixo maior de 55,985 UA. O seu periélio leva o mesmo a uma distância de 32,320 UA em relação ao Sol e seu afélio a 79,650 UA.[4]

Referências

  1. a b c Wm. Robert Johnston. «List of Known Trans-Neptunian Objects». Johnston's Archive. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  2. a b c «JPL Small-Body Database Browser». JPL. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  3. a b c Stansberry, Grundy, Brown, Spencer, Trilling, Cruikshank, Luc Margot Physical Properties of Kuiper Belt and Centaur Objects: Constraints from Spitzer Space Telescope (2007) Arxiv
  4. a b c «List Of Centaurs and Scattered-Disk Objects» (em inglês). Minor Planet Center. Consultado em 31 de maio de 2015 
  5. Mike Brown. «How many dwarf planets are there in the outer solar system?». Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  6. Tancredi, G., & Favre, S. (2008) Which are the dwarfs in the Solar System?. Depto. Astronomía, Fac. Ciencias, Montevideo, Uruguay; Observatorio Astronómico Los Molinos, MEC, Uruguay. Acessado em 10/08/2011

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar