Abrir menu principal
A-Lex
Álbum de estúdio de Sepultura
Lançamento 23 de janeiro de 2009
Gravação 2008
Gênero(s) Thrash metal, groove metal
Duração 54:19
Gravadora(s) SPV Records
Atração Records
Produção Stanley Soares, Sepultura
Cronologia de Sepultura
The Best of Sepultura
(2006)
Kairos
(2011)

A-Lex é o décimo primeiro álbum de estúdio da banda brasileira de thrash metal Sepultura,[1] que foi lançado em 23 de janeiro de 2009 pela SPV Records e pela Atração Records no Brasil.[2] É o primeiro álbum lançado após a entrada de Jean Dolabella na banda, substituindo Igor Cavalera na bateria.

Todo o álbum é inspirado na obra "A Laranja Mecânica" (1962) de Anthony Burgess, seguindo a linhagem do álbum anterior a A-Lex, de 2006, Dante XXI, que também foi inspirado numa obra literária, A Divina Comédia, de Dante Alighieri.

BastidoresEditar

O álbum foi gravado em São Paulo nos Estúdios Trama e foi mixado no estúdio Mega durante 2008, desde fevereiro, quando começado o processo de composição, até agosto, quando a banda terminou o processo de mixagem e revelou a lista de músicas e o título do álbum.

Andreas Kisser comentou sobre as influências obtidas do trabalho de Burgess:

O título é praticamente um trocadilho com o personagem central da obra, Alex, e o latino para a expressão "sem lei": ab(longe de, sem) + Lex(lei); presumidamente, essa é uma referência de como Alex e suas companhias viviam.

Divulgação do álbumEditar

Em dezembro de 2008, as canções "We've Lost You" e "The Treatment" estavam disponíveis, completas, na página do MySpace da banda.

Em 16 de janeiro de 2009, o álbum foi lançado, por completo, para execução exclusiva na Last.fm.[4]

Um clip foi gravado em São Paulo, para a canção "We've Lost You", sendo lançado em fevereiro de 2009.

Sepultura vai começar a turnê mundial de divulgação, A-Lex World Tour 2009, na Europa. Depois, passará pela América do Norte, alguns festivais de música, e também na Ásia/Oceania. A turnê pode durar até 2010.

Recepção do públicoEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic       [5]
About.com       [6]
Record Collector       [7]
Sea of Tranquility       [8]
Glide magazine       [9]

Na primeira semana de vendas, A-Lex vendeu 5,000 cópias no Brasil[10] e 1,600 cópias nos Estados Unidos..[11] Foi bem recebido pela crítica.

FaixasEditar

Todas as faixas são escritas pelo Sepultura, exceto "Ludwig Van", baseada na Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven e "Paradox", com letra co-escrita por Lucas Kater.

  1. "A-Lex I" - 1:53
  2. "Moloko Mesto" - 2:09
  3. "Filthy Rot" - 2:45
  4. "We've Lost You" - 4:13
  5. "What I Do!" - 2:01
  6. "A-Lex II" - 2:18
  7. "The Treatment" - 3:23
  8. "Metamorphosis" - 3:01
  9. "Sadistic Values" - 6:50
  10. "Forceful Behavior" - 2:27
  11. "Conform" - 1:54
  12. "A-Lex III" - 2:03
  13. "The Experiment" - 3:28
  14. "Strike" - 3:40
  15. "Enough Said" - 1:36
  16. "Ludwig Van" - 5:29
  17. "A-Lex IV" - 2:46
  18. "Paradox" - 2:15

IntegrantesEditar

Referências

  1. «Yahoo Notícias - Andreas Kisser fala sobre novo álbum do Sepultura.». Consultado em 22 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 26 de dezembro de 2008 
  2. - Capa e data de lançamento de "A-Lex", do Sepultura.[ligação inativa]
  3. «Sepultura: Santo André Concert Footage, Photos Available». Blabbermouth. 2 de abril de 2008. Consultado em 8 de agosto de 2008. Arquivado do original em 17 de outubro de 2008 
  4. «A-Lex – Sepultura – Listen and discover music at Last.fm». Consultado em 29 de Dezembro de 2010 
  5. Avaliação no allmusic
  6. Avaliação no About.com
  7. Avaliação no Record Collector
  8. Avaliação no Sea of Tranquility
  9. Avaliação na Glide magazine
  10. «BLABBERMOUTH.NET - SEPULTURA's 'A-Lex': First-Week Brazilian Sales Revealed». Consultado em 29 de Dezembro de 2010. Arquivado do original em 31 de janeiro de 2009 
  11. «BLABBERMOUTH.NET - SEPULTURA: 'A-Lex' First-Week Sales Revealed». Consultado em 29 de Dezembro de 2010. Arquivado do original em 11 de fevereiro de 2009 
  Este artigo sobre um álbum de Sepultura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.