Abdallah al-Ghazwani

Abdelaziz al-Tebaa
Nome completo Abu Muhammad Abdullah al Ghazwani
Conhecido(a) por ser um dos "Sete Santos de Marraquexe"
Nascimento ???
Morte 1529
Nacionalidade  Marrocos
Ocupação Místico e santo sufi
Principais interesses Sufismo
Religião Islão
Mausoléu de al-Ghazwani, em Marraquexe

Abu Mohammed Abdallah al-Ghazwani ou Abu Muhammad Abdullah al Ghazwani, também transliterado al Ghazouani e conhecido popularmente como Moul El Ksour (m. 1529) foi um santo muçulmano sufista de Marrocos, na tradição de al-Jazuli e ash-Chadhili. Foi o sucessor de Abdelaziz al-Tebaa. Cerca de duzentos anos após a sua morte tornou-se um dos Sabatu Rijal ("Sete Santos de Marraquexe"), uma instituição fundada por al-Yusi sob o impulso do sultão alauita Moulay Ismail (r. 1672–1727). Abdallah al-Ghazwani escreveu sobre a ideia da tariqa (ordem religiosa muçulmana) Muhammadiyya e combinou as ideias de Ibn Arabi e al-Jili da absorção de santos (ou aniquilação) na essência muçulmana (dhat) enfatizando a necessidade do envolvimento na sociedade do santo (místico).[1] Al-Ghazwani era também conhecido pela sua perícia em escavar poços e construir canais.[2] O seu mausoléu encontra-se em Marraquexe.

Notas e referênciasEditar

  • Jallab, Hasan (2005). Abu Muhammad Abdullah Al Ghazwani. [S.l.]: Imprimerie et Papeterie Nationale (Marrocos). ISBN 978-9954-0-0405-0 
  1. Cornell, Vincent (1998). Realm of the Saint, Power and Authority in Moroccan Sufism (em inglês). Austin: University of Texas Press. p. 219, 227 
  2. Rodriguez-Manas, Francisco (1996). «Agriculture, Sufism and the State in Tenth/Sixteenth-Century Morocco». Londres: University of London. Bulletin of the School of Oriental and African Studies (em inglês). 59 (3): 450-471 
  Este artigo sobre figuras históricas de Marrocos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.