Abrir menu principal
Alfonso Frederico
Nascimento 1294
Catânia
Morte 1338 (44 anos)
Progenitores Pai:Frederico II da Sicília
Filho(s) Pedro Frederico, Jaime Frederico, Bonifácio Frederico, João Frederico
Irmão(s) Guilherme II de Aragão, Manfredo de Aragão, Pedro II da Sicília, João II de Aragão, marquês de Randazzo
Ocupação vigário-geral

Alfonso Frederico (em catalão: N'Anfós Frederic d'Aragó; em castelhano: Alfonso Fadrique; m. 1338) foi o filho mais velho e ilegítimo de Frederico II da Sicília. Ele serviu como vigário-geral do Ducado de Atenas de 1317 até 1330.

VidaEditar

Alfonso foi o primeiro vigário-geral proclamado por seu pai em 1317 e enviado para governar Atenas em nome de seu meio-irmão mais jovem Manfredo. Ele chegou ao Pireu com 10 galés mais tarde naquele ano, mas Manfredo morreu e foi sucedido por outro irmão, Guilherme II. No ano de sua chegada, Frederico casou-se com Maria de Verona, filha de Bonifácio de Verona, assim colocando-o como senhor chefe da Eubeia. Por seu casamento, também adquiriu direitos nos castelos de Larmena, Caristo, Zetúnio e Gardici.

Nos dois anos seguintes, Frederico guerreou com a República de Veneza e invadiu a cidade de Negroponte com turcos após a morte de Bonifácio de Verona. Em 1318, João II Ducas, o sebastocrator de Neopatras, morreu e Frederico invadiu a Tessália. Ele tomou controle de seus castelos em Zetúnio e Gardici e conquistou Neopatras, Siderocastro, Lidorício, Dômoco e Farsalo. Ele conquistou o palácio dos Ducas em Neopatras e tomou o título de vigário-geral do Ducado de Neopatras. Ele construiu uma torre nesse castelo.

Em 1330, Alfonso foi libertado de seus deveres como vigário-geral e substituído por Odão de Novelles. Ele foi compensado com os condados sicilianos de Malta e Gozo. Ele morreu em 1338 e deixou cinco filhos e duas filhas: Pedro; Jaime, pai de Luís Frederico; Guilherme, senhor de Livadeia; Bonifácio, senhor de Egina, Piada e Caristo; João, senhor de Salamina; Simona, que casou-se com Jorge II Ghisi; e Juana.

Ver tambémEditar

Precedido por
Berengário Estanhol
Vigário-geral de Atenas e Neopatras (após 1319)
1317 – ca. 1330
Sucedido por
Nicolau Lância
Precedido por
Rogério Deslaur
(como senhor de Salona)
Conde de Salona
1318–1338
Sucedido por
Pedro Frederico

BibliografiaEditar

  • Setton, Kenneth M. (1975). «The Catalans in Greece, 1311–1388». In: Hazard, Harry W. A History of the Crusades, Volume III: The fourteenth and fifteenth centuries. Madison, Wisconsin: University of Wisconsin Press. pp. 167–224. ISBN 0-299-06670-3 
  • Setton, Kenneth M. (1975). Catalan Domination of Athens 1311–1380. Revised edition. Londres: Variorum