Aléxia Castilhos

judoca brasileira
Aléxia Castilhos
Judô
Nome completo Aléxia Tais Willrich Castilhos
Categoria peso meio-médio (-63kg)
Nascimento 13 de fevereiro de 1995 (25 anos)
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Nacionalidade  Brasil
Compleição Peso: 63 kg Altura: 1,71 m
Nível Sênior
Clube Sogipa
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Bronze Lima 2019 -63kg

Aléxia Tais Willrich Castilhos (Porto Alegre, 13 de fevereiro de 1995) é uma judoca brasileira da categoria meio-médio (até 63kg). Atleta da equipe Sogipa, do Exército Brasileiro (CDE) e titular da seleção brasileira de judô (CBJ).

CarreiraEditar

O judô se apresentou para Aléxia aos quatro anos, por meio de uma amiga, na Sociedade Gondoleiros, clube da zona norte de Porto Alegre. Com nove anos, recebeu o convite do técnico Antônio Carlos Pereira, o Kiko, para integrar a equipe da Sogipa [1]. Desde então, sua evolução na modalidade foi constante.

Em 2017, após vencer o Campeonato Brasileiro e se consolidar no topo do ranking nacional, passou a integrar a seleção brasileira principal. Iniciou 2018 na 146ª posição do ranking mundial e, após um ouro e cinco bronzes no circuito mundial, terminou a temporada como a 26ª melhor judoca do mundo.

No Brasil, é o principal nome do peso meio-médio (-63kg): bicampeã brasileira (2017 e 2018) e campeã do Troféu Brasil (2019). Conquistas que a credenciaram como titular da categoria.

Em 2019, foi convocada para os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru [2]. E, logo em seu primeiro Pan, conquistou a medalha de bronze no dia 10 de agosto. Na decisão, Aléxia derrotou a equatoriana Estefanía García com um waza-ari [3]. No mesmo ano, a gaúcha também fez sua estreia no Mundial de Judô. Após lesão da peso ligeiro (até 60kg) Nathália Brígida, Aléxia herdou vaga na competição [4]. No entanto, acabou eliminada na primeira rodada para Gankaich Bold, da Mongólia, por dois waza-aris. [5].

ConquistasEditar

2019Editar

  •   Bronze por equipes no Mundial Militar de Wuhan, na China
  •   Prata no Grand Slam de Brasília
  •   Ouro no Troféu Brasil
  •   Bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru
  •   Bronze no Grand Prix de Montreal, no Canadá
  •   Ouro na Copa Pan-Americana, no Panamá

2018Editar

  •   Ouro por equipes do Mundial Militar do Rio de Janeiro
  •   Bronze no individual do Mundial Militar do Rio de Janeiro
  •   Bronze no Grand Prix de Cancún, no México
  •   Bronze no Grand Prix de Antalya, na Turquia
  •   Bronze no Pan-Americano de San Jose, na Costa Rica
  •   Bronze no Grand Prix de Zagreb, na Croácia
  •   Ouro no Campeonato Brasileiro
  •   Prata no Troféu Brasil

2017Editar

  •   Ouro no Campeonato Brasileiro
  •   Prata no Troféu Brasil

Vida PessoalEditar

Desde 2017, Aléxia namora o também judoca brasileiro Eric Takabatake. O paulista é atleta do Clube Pinheiros, também é titular da seleção brasileira de judô e luta na categoria ligeiro (até 60kg) [6].

Sites externosEditar

Perfil de Aléxia Castilhos no site da Federação Internacional de Judô.

Referências