Abrir menu principal
Aldo Tinoco Filho
Prefeito de  Natal
Período 1 de janeiro de 1993
até 1 de janeiro de 1997
Antecessor Wilma de Faria
Sucessor Wilma de Faria
Dados pessoais
Nascimento 2 de janeiro de 1957 (62 anos)
Natal, RN
Progenitores Pai: Aldo Tinoco
Partido MDB (1970–1980)
PMDB (1980–1986)
PDT (1986–1988)
PSB (1988–1993)
PSDB (1993–presente)
Profissão Engenheiro
Político

Aldo da Fonseca Tinoco Filho, mais conhecido como Aldo Tinoco Filho (Natal, 2 de janeiro de 1957[1]) é um engenheiro e político brasileiro. Ele foi prefeito de Natal (1993–1997).[2]

Dados biográficosEditar

Aldo Tinoco formou-se em Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo (USP).[nota 1] Tinoco começou a carreira política, pelo PMDB, em 1980.

Em 1992, com apoio de Wilma de Faria, Tinoco foi eleito prefeito de Natal, pelo PSB, derrotando Henrique Eduardo Alves no segundo turno. Em 1993, tomou posse, trocou o PSB, pelo PSDB.

Em 1994, Tinoco traiu Fernando Henrique Cardoso, ao apoiar Lula e Garibaldi Alves Filho, contra Lavoisier Maia, candidato do PDT, apoiado por Fernando Henrique Cardoso e Vivaldo Costa. Foi alertado, que seria expulso do partido, por não apoiar FHC e continuou no partido, apoiando Lula.[3]

Em 1996, Tinoco tentou eleger Fátima Bezerra, esta foi derrotada por Wilma de Faria.[4]

Referências

Notas

  1. Formou-se em Engenharia Sanitária pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
  Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.