Alexandre II Pico della Mirandola

militar espanhol

Alexandre II Pico della Mirandolla (em italiano: Alessandro II Pico della Mirandola; Mirandola, 30 de março de 1631Concordia sulla Secchia, 2 de fevereiro de 1691) foi um nobre militar italiano, que foi Duque de Mirandola e Marquês de Concordia.

Alexandre II Pico
Duque de Mirandola e Marquês de Concordia
Retrato de Alexandre II Pico, Duque de Mirandola e Marquês de Concórdia
1637–1691
Antecessor(a) Alexandre I
Sucessor(a) Francisco Maria II
esposa Ana Beatriz d’Este
Descendência Maria Isabel;
Laura;
Francisco Maria I;
Galeoto, Sr de San Martino Spino;
Virgínia;
Fúlvia;
João, Marquês de Quarantoli;
Ludovico, cardeal;
Alexandre, cavaleiro da Ordem de Malta.
Nome completo Alessandro II Pico della Mirandola
Nascimento 30 de março de 1631
  Mirandola
Morte 2 de fevereiro de 1691 (59 anos)
  Concordia sulla Secchia
Pai Galeotto IV
Mãe Maria Cybo-Malaspino

BiografiaEditar

 
Francesco Stringa, Ritratto di Alessandro II Pico (Museu Cívico de Mirandola)

Alexandre era filho de Galeotto IV e de Maria Cybo-Malaspina (1609-1652), filha de Carlos I Cybo-Malaspina, Príncipe de Massa e Marquês de Carrara.

A 2 de setembro de 1637, com a idade de 6 anos, herdou por testamento de seu avô Alexandre I o Ducado de Mirandola,[1] recebendo a confirmação da sua investidura em 1641 do imperador Fernando III de Habsburgo.[2] Devido à pouca idade, a regência foi confiada a sua mãe e à tia Maria (1613-1682), que renunciou à tutela em 1648.

A 29 de abril de 1656 casou com Ana Beatriz d’Este, filha do Duque de Módena e Reggio Afonso III e Isabel de Savoia, de quem teve nove filhos. Teve também dois filhos naturais.[3][4].

Em 1666, tomou o Ducado de Milão, ao serviço do rei de Espanha Carlos II, que o nomeou cavaleiro da Ordem do Tosão de Ouro.

A 6 de junho de 1669, e a pedido do papa Clemente IX, parte de Mirandola para Veneza, de onde, no mês seguinte, navegou para a ilha de Creta com nove navios de guerra e três mil soldados. Após uma escala em Zante, aportou a Candia a 23 de agosto de 1669 juntando-se à forças francesas, pontifícias e venezianas na Guerra de Cândia contra os Otomanos, que sitiavam a cidade grega há mais de vinte anos. Alexandre Pico foi nomeado mestre de campo das tropas pontifícias. Contudo, em 5 de setembro de 1669, os defensores de Cândia tiveram que assinar a rendição aos Turcos, obtendo as Honras de Guerra[5]. Alexandre, atingido pela malária, regressa a Mirandola onde foi acolhido triunfalmente.[6]

Foi um príncipe amante das artes e faz edificar em Mirandola a Igreja de Jesus (chiesa del Gesù) e a igreja dos Servos de Maria (chiesa dei Servi di Maria). Ele criou uma biblioteca e uma galeria de arte, remodelando o castelo dos Pico, e pavimentar com empedrado todas as estradas de Mirandola. Procurou ainda obter a investidura de Mirandola como sede de um bispado, mas sem êxito.[7]

Pela sua morte, o ducado de Mirandola e Concordia foi herdado pelo seu jovem neto Francisco Maria II, confiando a regência dos estados à irmã Brígida Pico.[8]

DescendênciaEditar

Alexandre casou em 1656 com Ana Beatriz d’Este, filha de Afonso III, Duque de Módena e Reggio, de quem teve nove filhos[9]:

  • Maria Isabel (Maria Isabella) (1657-1720);
  • Laura (Laura) (1660-1720), que casou com Fernando II Gonzaga, 5.º e último Príncipe de Castiglione delle Stiviere e Solferino e marquês de Medole[10];
  • Francisco Maria I (Francesco Maria) (1661-1689), homem de letras e príncipe herdeiro de Mirandola, casou com Ana Camila Borghese, de quem teve um filho, Francisco Maria II, que veio a suceder como último Duque de Mirandola e Marquês de Concórdia;
  • Galeoto (Galeotto) (1663-1710), Senhor de San Martino Spino;
  • Virgínia (Virginia) (1665), freira no mosteiro de San Ludovico, em Mirandola;
  • Fúlvia (Fulvia) (1666-1731), que casou com Tommaso d'Aquino, Príncipe de Feroleto e Castiglione, grande de Espanha;
  • João (Giovanni) (1667-1723), Marquês de Quarantoli;
  • Ludovico (Lodovico) (1668-1743), cardeal;
  • Alexandre (Alessandro) (1670-1711), cavaleiro da Ordem de Malta.

Teve também três filhos naturais:

  • Catarina (Caterina), freira no mosteiro de San Ludovico, em Mirandola;
  • Frederico (Federico);
  • João Francisco (Gianfrancesco).

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. Andreolli, PICO, Alessandro II in Dizionario biografico degli italiani
  2. Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola
  3. http://genealogy.euweb.cz/italy/pico2.html#A2 Pico 2
  4. Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola
  5. privilégios que se garantem ao vencido numa guerra durante a cerimónia de rendição
  6. Andreolli, PICO, Alessandro II, in Dizionario biografico degli italiani
  7. Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola
  8. Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola
  9. http://genealogy.euweb.cz/italy/pico2.html#A2 Pico 2
  10. Genealogia dei Gonzaga di Castiglione

BibliografiaEditar

  • Bruno Andreolli, PICO, Alessandro II, in Dizionario biografico degli italiani, vol. 83, Roma, Istituto dell'Enciclopedia Italiana, 2015. URL consultado em 19 de fevereiro de 2019;
  • Pompeo Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola, Torino, 1835. ISBN desconhecido;
  • Miroslav Marek, Pico 2, em genealogy.euweb.cz. URL consultado em 19 de fevereiro de 2019;
  • Felice Ceretti, Il viaggio di Alessandro II Pico all'isola di Candia. Narrazione di Gianfrancesco Piccinini, in La Fenice per l'anno 1881 X, 1880, pp. 49-92.
  • Felice Ceretti, Carteggio del duca Alessandro II Pico con Monsignor Conte Uguccione Rangoni, in Il Reggianello XX, 1893;
  • Felice Ceretti, Trattato seguito nel 1665 fra il duca Carlo Emanuele II di Savoia ed il duca della Mirandola Alessandro II per la coltivazione di miniere, in in Atti e memorie della Regia Deputazione di storia patria per le provincie modenesi 4, VIII, 1897, pp. 129-131.
  • Felice Ceretti, Biografie pichensi I, Mirandola, 1907, pp. 46-85.
  • Bruno Andreolli e G.L. Tusini (a cura di), Memorie di un cuoco di Casa Pico. Banchetti, cerimoniali e ospitalità di una corte al suo tramonto, Mirandola, 2002.
  • G.L. Tusini (a cura di), Cronaca della Mirandola di Giovan Francesco Piccinini (1682-1720). La fine di un ducato nelle memorie del chirurgo di corte, Mirandola, 2010.


Alexandre II Pico della Mirandola
Nascimento: 30 de março 1631 Morte: 2 de fevereiro 1691
Precedido por
Alexandre I
 
Duque de Mirandola e Marquês de Concórdia

1637 - 1691
Sucedido por
Francisco Maria II