Alexandre II Pico della Mirandola

militar espanhol

Alexandre II Pico della Mirandolla (em italiano: Alessandro II Pico della Mirandola; Mirandola, 30 de março de 1631Concordia sulla Secchia, 2 de fevereiro de 1691) foi um nobre militar italiano, que foi Duque de Mirandola e Marquês de Concordia.

Alexandre II Pico
Duque de Mirandola e Marquês de Concordia
Retrato de Alexandre II Pico, Duque de Mirandola e Marquês de Concórdia
1637–1691
Antecessor(a) Alexandre I
Sucessor(a) Francisco Maria II
Nascimento 30 de março de 1631
  Mirandola
Morte 2 de fevereiro de 1691 (59 anos)
  Concordia sulla Secchia
Nome completo  
Alessandro II Pico della Mirandola
esposa Ana Beatriz d’Este
Descendência Maria Isabel;
Laura;
Francisco Maria I;
Galeoto, Sr de San Martino Spino;
Virgínia;
Fúlvia;
João, Marquês de Quarantoli;
Ludovico, cardeal;
Alexandre, cavaleiro da Ordem de Malta.
Pai Galeotto IV
Mãe Maria Cybo-Malaspino

BiografiaEditar

 
Francesco Stringa, Ritratto di Alessandro II Pico (Museu Cívico de Mirandola)

Alexandre era filho de Galeotto IV e de Maria Cybo-Malaspina (1609-1652), filha de Carlos I Cybo-Malaspina, Príncipe de Massa e Marquês de Carrara.

A 2 de setembro de 1637, com a idade de 6 anos, herdou por testamento de seu avô Alexandre I o Ducado de Mirandola,[1] recebendo a confirmação da sua investidura em 1641 do imperador Fernando III de Habsburgo.[2] Devido à pouca idade, a regência foi confiada a sua mãe e à tia Maria (1613-1682), que renunciou à tutela em 1648.

A 29 de abril de 1656 casou com Ana Beatriz d’Este, filha do Duque de Módena e Reggio Afonso III e Isabel de Savoia, de quem teve nove filhos. Teve também dois filhos naturais.[3][2].

Em 1666, tomou o Ducado de Milão, ao serviço do rei de Espanha Carlos II, que o nomeou cavaleiro da Ordem do Tosão de Ouro.

A 6 de junho de 1669, e a pedido do papa Clemente IX, parte de Mirandola para Veneza, de onde, no mês seguinte, navegou para a ilha de Creta com nove navios de guerra e três mil soldados. Após uma escala em Zante, aportou a Candia a 23 de agosto de 1669 juntando-se à forças francesas, pontifícias e venezianas na Guerra de Cândia contra os Otomanos, que sitiavam a cidade grega há mais de vinte anos. Alexandre Pico foi nomeado mestre de campo das tropas pontifícias. Contudo, em 5 de setembro de 1669, os defensores de Cândia tiveram que assinar a rendição aos Turcos, obtendo as Honras de Guerra[4]. Alexandre, atingido pela malária, regressa a Mirandola onde foi acolhido triunfalmente.[5]

Foi um príncipe amante das artes e faz edificar em Mirandola a Igreja de Jesus (chiesa del Gesù) e a igreja dos Servos de Maria (chiesa dei Servi di Maria). Ele criou uma biblioteca e uma galeria de arte, remodelando o castelo dos Pico, e pavimentar com empedrado todas as estradas de Mirandola. Procurou ainda obter a investidura de Mirandola como sede de um bispado, mas sem êxito.[6]

Pela sua morte, o ducado de Mirandola e Concordia foi herdado pelo seu jovem neto Francisco Maria II, confiando a regência dos estados à irmã Brígida Pico.[2]

DescendênciaEditar

Alexandre casou em 1656 com Ana Beatriz d’Este, filha de Afonso III, Duque de Módena e Reggio, de quem teve nove filhos[3]:

  • Maria Isabel (Maria Isabella) (1657-1720);
  • Laura (Laura) (1660-1720), que casou com Fernando II Gonzaga, 5.º e último Príncipe de Castiglione delle Stiviere e Solferino e marquês de Medole[7];
  • Francisco Maria I (Francesco Maria) (1661-1689), homem de letras e príncipe herdeiro de Mirandola, casou com Ana Camila Borghese, de quem teve um filho, Francisco Maria II, que veio a suceder como último Duque de Mirandola e Marquês de Concórdia;
  • Galeoto (Galeotto) (1663-1710), Senhor de San Martino Spino;
  • Virgínia (Virginia) (1665), freira no mosteiro de San Ludovico, em Mirandola;
  • Fúlvia (Fulvia) (1666-1731), que casou com Tommaso d'Aquino, Príncipe de Feroleto e Castiglione, grande de Espanha;
  • João (Giovanni) (1667-1723), Marquês de Quarantoli;
  • Ludovico (Lodovico) (1668-1743), cardeal;
  • Alexandre (Alessandro) (1670-1711), cavaleiro da Ordem de Malta.

Teve também três filhos naturais:

  • Catarina (Caterina), freira no mosteiro de San Ludovico, em Mirandola;
  • Frederico (Federico);
  • João Francisco (Gianfrancesco).

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. Andreolli, PICO, Alessandro II in Dizionario biografico degli italiani
  2. a b c Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola
  3. a b http://genealogy.euweb.cz/italy/pico2.html#A2 Pico 2
  4. privilégios que se garantem ao vencido numa guerra durante a cerimónia de rendição
  5. Andreolli, PICO, Alessandro II, in Dizionario biografico degli italiani
  6. Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola
  7. Genealogia dei Gonzaga di Castiglione

BibliografiaEditar

  • Bruno Andreolli, PICO, Alessandro II, in Dizionario biografico degli italiani, vol. 83, Roma, Istituto dell'Enciclopedia Italiana, 2015. URL consultado em 19 de fevereiro de 2019;
  • Pompeo Litta, Famiglie celebri di Italia. Pico della Mirandola, Torino, 1835. ISBN desconhecido;
  • Miroslav Marek, Pico 2, em genealogy.euweb.cz. URL consultado em 19 de fevereiro de 2019;
  • Felice Ceretti, Il viaggio di Alessandro II Pico all'isola di Candia. Narrazione di Gianfrancesco Piccinini, in La Fenice per l'anno 1881 X, 1880, pp. 49-92.
  • Felice Ceretti, Carteggio del duca Alessandro II Pico con Monsignor Conte Uguccione Rangoni, in Il Reggianello XX, 1893;
  • Felice Ceretti, Trattato seguito nel 1665 fra il duca Carlo Emanuele II di Savoia ed il duca della Mirandola Alessandro II per la coltivazione di miniere, in in Atti e memorie della Regia Deputazione di storia patria per le provincie modenesi 4, VIII, 1897, pp. 129-131.
  • Felice Ceretti, Biografie pichensi I, Mirandola, 1907, pp. 46-85.
  • Bruno Andreolli e G.L. Tusini (a cura di), Memorie di un cuoco di Casa Pico. Banchetti, cerimoniali e ospitalità di una corte al suo tramonto, Mirandola, 2002.
  • G.L. Tusini (a cura di), Cronaca della Mirandola di Giovan Francesco Piccinini (1682-1720). La fine di un ducato nelle memorie del chirurgo di corte, Mirandola, 2010.


Alexandre II Pico della Mirandola
Nascimento: 30 de março 1631 Morte: 2 de fevereiro 1691
Precedido por
Alexandre I
 
Duque de Mirandola e Marquês de Concórdia

1637 - 1691
Sucedido por
Francisco Maria II