Alexi Laiho

Alexi Laiho
Alexi Laiho ao vivo no Masters of Rock 2007.
Informação geral
Nome completo Markku Uula Aleksi Laiho
Também conhecido(a) como Wildchild
Nascimento 8 de abril de 1979 (41 anos)
Origem Espoo
País Finlândia Flag of Finland.svg
Gênero(s) Death metal melódico
Metal neoclássico
Thrash metal
Black metal sinfônico
Ocupação(ões) Músico
Compositor
Instrumento(s) Vocal
Guitarra
Violino
Modelos de instrumentos ESP Guitar
Período em atividade 1993–presente
Gravadora(s) Spinefarm
Nuclear Blast
Century Media
Afiliação(ões) Children of Bodom
Bodom After Midnight
Sinergy
Kylähullut
Impaled Nazarene
Thy Serpent
The Local Band
Página oficial www.cobhc.com

Alexi "Wildchild" Laiho (nascido Markku Uula Aleksi Laiho;[1] Espoo, 8 de abril de 1979) é um guitarrista, compositor e vocalista finlandês, mais conhecido por ter sido guitarrista, vocalista e membro fundador da banda de death metal melódico Children of Bodom. Ele também é guitarrista do Sinergy, The Local Band e Kylähullut, já tocou com Thy Serpent e Empaled Nazarene em algumas ocasiões, assim como Warmen e Hypocrisy.

Alexi Laiho recebeu elogios por seu trabalho de guitarra. Em 2004, ele foi classificado # 96 dos 100 maiores guitarristas de Heavy Metal de todos os tempos pela Guitar World, a mesma também o classificou como um dos 50 guitarristas mais rápidos do mundo.[2] Além disso, a Roadrunner Records classificou Laiho na 41ª posição entre os 50 maiores cantores de metal de todos os tempos. Além disso, a Total Guitar realizou uma votação pública para determinar o maior guitarrista de metal de todos os tempos; Laiho foi eleito o número 1 de 20 guitarristas de metal, com mais de 20% dos votos.[3]

BiografiaEditar

Laiho começou a tocar violino aos sete anos e guitarra aos 11 anos. Sua primeira guitarra foi uma "Tokai Stratocaster".[4]

Em 1993, Laiho formou Children of Bodom junto com o baterista Jaska Raatikainen sob o nome de Inearthed.[5]

Em 2004, Laiho fundou um projeto paralelo chamado Kylähullut, que foi fundado junto com Tonmi Lillman (ex-Sinergy) e Vesa Jokinen 69er (de Klamydia). A banda foi criada apenas para o entretenimento dos músicos e adota uma abordagem despreocupada em suas músicas. A discografia da banda inclui dois EPs e dois álbuns completos.

Em fevereiro de 2002, Laiho se casou com Kimberly Goss durante uma cerimônia privada na Finlândia. Antes do casamento, eles namoraram por quatro anos. Em 2004 eles se separaram, mas continuam sendo amigos íntimos. Por vários anos depois, ele estava com Kristen Mulderig, gerente do Slayer até meados de 2015. Mais tarde, no mesmo ano, ele começou um relacionamento com Kelli Wright, gerente de relações públicas australiana que ficou noivo em setembro de 2016 e os dois se casaram em dezembro de 2017 em um cerimônia privada na Austrália.[6] Ele tem as letras "COBHC" (Children of Bodom Hate Crew) tatuadas na mão esquerda e "HATE" tatuado na mão direita como uma homenagem a Ozzy Osbourne, que tem uma tatuagem semelhante com as letras OZZY, exceto que está a mão esquerda. Laiho foi destaque na capa da Young Guitar Magazine várias vezes, além de estar na capa da Guitar World, juntamente com os guitarristas Steve Vai e Zakk Wylde. O apelido de "Wildchild" é derivado da música "Wild Child" da banda W.A.S.P. Ele também tem uma linha de roupas chamada "wild child industries".

Children of Bodom tocaram no Metal Hammer Golden Gods Awards de 2008. Lá, Laiho também recebeu o Dimebag Award de "Melhor Shredder", e ele tocou uma faixa do álbum de banda em 2008, Blooddrunk.

Laiho aparece no álbum de 2007, Metal, da banda de thrash metal canadense Annihilator, como convidado, fazendo um solo de guitarra para a música "Downright Dominate".

Na primavera de 2009, Children of Bodom foi forçado a abandonar sua norte-americana "No Fear Energy Tour", após Laiho ter quebrado seu pulso depois de cair de seu beliche, quando o ônibus da turnê fez uma curva acentuada em 26 de abril de 2009, depois o show no Palladium Ballroom, Dallas TX. Laiho originalmente planejava continuar em turnê apesar de sua lesão, mas foi forçado a cancelar as últimas seis datas quando qualquer esforço para aliviar a dor falhou.

Em 3 de julho de 2012, o Children of Bodom anunciou em sua página no Facebook que eles tinham que cancelar dois shows europeus porque Laiho havia sido levado ao hospital. A banda divulgou esta declaração: “É com grande pesar que somos obrigados a cancelar o show de hoje à noite em Oslo, bem como o show de amanhã à noite em Malmö. Alexi foi levado às pressas para o hospital de Oslo no início da noite com extrema dor de estômago. Os médicos da unidade de emergência o examinaram e, enquanto ainda aguardamos o diagnóstico, eles deixaram claro que ele não poderá se apresentar nas próximas 48 horas. Pedimos desculpas a todos os nossos fãs que compraram ingressos para esses shows - tentaremos reagendar Oslo e Malmö o mais rápido possível. Mantenha seus dedos cruzados conosco para que Alexi melhore novamente em breve!”

Em 5 de julho de 2012, a banda compartilhou outra atualização em sua página no Facebook: “Esta não é uma carta fácil para escrevermos. Alexi está sofrendo com uma infecção grave. Ele ainda está no hospital em Oslo, sob supervisão dos médicos e ainda não sabemos quando eles o liberarão. Não temos outra escolha senão cancelar o Ruisrock em Turku no sábado também. Esta é uma pílula muito amarga para engolirmos. Nós decidimos fazer apenas dois festivais em nossa terra natal neste verão para torná-lo realmente especial, e agora isso. Esperamos poder compensar isso em breve. A todos os nossos fãs que estavam ansiosos para dançar conosco no Ruisrock neste fim de semana, pedimos desculpas e aproveitem o festival. Em nossos espíritos, também estaremos lá.”

Em dezembro de 2019, o Children of Bodom fez seu último show no Black Box, em Helsinque, apelidado de “A Chapter Called Children of Bodom”. Isso se seguiu ao anúncio em novembro de que, após esse show, todos os membros da banda, exceto Laiho e o guitarrista Daniel Freyberg, estavam se separando. Após a partida, foi revelado que, por razões legais, Laiho precisaria da permissão de seus ex-companheiros de banda para continuar usando o nome Children of Bodom.

Em março de 2020, Laiho e Freyberg anunciaram oficialmente sua nova banda, Bodom After Midnight, nomeada após a segunda faixa do álbum Follow the Reaper. Marcando então oficialmente o fim de Children of Bodom.[7]

DiscografiaEditar

 
Laiho se apresentando com Children of Bodom no Masters of Rock 2007.

Children of BodomEditar

SinergyEditar

  • 1999: Beware the Heavens
  • 2000: To Hell and Back
  • 2002: Suicide by My Side

KylähullutEditar

  • 2004: Keisarinleikkaus (EP)
  • 2005: Turpa Täynnä
  • 2007: Lisää Persettä Rättipäille (EP)
  • 2007: Peräaukko Sivistyksessä

Impaled NazareneEditar

  • 2000: Nihil

WarmenEditar

  • 2005: Accept the Fact
  • 2009: Japanese Hospitality
  • 2014: First of the Five Elements

Referências