Viagens Alucinantes

filme de 1980 dirigido por Ken Russell
(Redirecionado de Altered States)
Altered States
Viagens Alucinantes (PRT/BRA)
 Estados Unidos
1980 •  cor •  102 min 
Direção Ken Russell
Produção Howard Gottfried
Roteiro Paddy Chayefsky
Elenco William Hurt
Blair Brown
Bob Balaban
Charles Haid
Thaao Penghlis
Dori Brenner
Peter Brandon
Charles White-Eagle
Miguel Godreau
Drew Barrymore
Género ficção científica drama fantasia horror
Música John Corigliano
Cinematografia Jordan Cronenweth
Efeitos especiais David Domeyer
Chuck Gaspar
Edição Eric Jenkins
Companhia(s) produtora(s) Warner Bros. Pictures
Distribuição Estados Unidos Warner Bros. Pictures
Brasil Warner Home Vídeo
Lançamento Estados Unidos 25 de Dezembro de 1980
Idioma inglês
espanhol
Página no IMDb (em inglês)

Altered States (br: Viagens Alucinantes [1][2]) é um filme estadunidense de 1980 do gênero ficção científica dirigido por Ken Russell para a Warner Brothers. Roteiro foi adaptado por Paddy Chayefsky de uma novela de sua autoria e com o mesmo nome. Foi a única novela escrita por Chayefsky e também seu último filme. A história se baseia nas pesquisas de privação sensorial de John C. Lilly, conduzidas em um tanque de isolamento com uso de drogas psicoativas tais como a cetamina e o LSD.

Foi o primeiro filme de William Hurt e Drew Barrymore (como sua filha pequena). A trilha sonora é do compositor clássico John Corigliano (com a condução de Christopher Keene), que venceu o Óscar de Melhor Música Original. Teve também uma indicação como Melhor Som.

Os efeitos especiais e visuais são de David Domeyer, Chuck Gaspar, Robert Blalack, Bran Ferren, James Shourt, James Kagel (esculturas), MPI James Shourt e Robert Blalock.

SinopseEditar

Edward Jessup (Hurt) é um professor universitário de psiquiatria em Harvard que se interessa pelo estudo de casos de esquizofrenia, particularmente pelos simbolismos religiosos manifestados pelos pacientes e as suas mudanças físicas que ele deduz como tentativas de se parecerem com a imagem mental que formam de si. Quando estudante, o professor fazia experiências emergindo em um "tanque de isolamento" e ele próprio experimentava essas visões simbólicas. Jessup acha que Deus existe fisicamente dentro de cada homem e quer chegar a Ele por intermédio da exploração mental. Durante a separação de sua esposa, Jessup vai ao México e participa de um ritual com uma raiz sagrada que lhe causa novas alucinações, sugeridas pelos nativos como uma regressão à "matéria primordial".

Ao retornar aos Estados Unidos, o professor retoma as experiências com o tanque de isolamento, com aplicações cada vez maiores de uma droga derivada da raiz, que trouxe consigo. E os fenômenos físicos estranhos começam a se manifestar, com alterações de estados de consciência e transformações em seu corpo.

Elenco principalEditar

Referências

Ligações externasEditar