Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Altino do Tojal
Nascimento 26 de julho de 1939
Braga
Morte 15 de julho de 2018 (78 anos)
Brunhais, Póvoa de Lanhoso
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Jornalista e escritor
Principais trabalhos Os Putos

Altino do Tojal (Braga, 26 de julho de 1939Brunhais, Póvoa de Lanhoso, 15 de julho de 2018) foi um jornalista e escritor português. Escreveu o livro Os Putos, que já passou as 30 edições e que foi adaptado ao teatro, à televisão, à rádio e à banda desenhada. Também usou o nome Altino M. do Tojal.

Índice

BiografiaEditar

Foi criado por uma tia, professora primária, que o ensinou a ler aos cinco anos. Acabou por ficar só bastante novo.

Trabalhou algum tempo como funcionário na Biblioteca de Braga. Em 1964 é editado o livro "Sardinhas e Lua". Trabalha durante sete anos como jornalista na redação do Porto do Jornal de Notícias. É despedido em Maio de 1973 após a edição pela Prelo Editora do livro "Os Putos" que englobava "Sardinhas e Lua" e mais alguns contos sendo que alguns desagradaram aos donos do jornal. Em 1974 lança o livro "A Homenagem". A Seara Nova lança em 1975 a 2ª edição de "Os Putos".

Muda-se para Lisboa onde trabalha no jornal "O Século" onde trabalhará até ao encerramento do mesmo. A RTP realiza em 1978 o telefilme "Os Putos" com Virgílio Castelo, Lídia Franco, Carlos Macedo, Carlos Pimenta e Laura Soveral.

O romance "O Oráculo de Jamais" foi editado em 1979 pela Circulo de Leitores que também lança "Os Putos". É o autor da tradução para português do livro "Romance de um rapaz pobre" de Octave Feuillet. A 10º edição de "Os Putos" é publicada pela Livraria Bertrand.

"Orvalho do Oriente" é editado em 1981. Seguem-se "Os Novos Putos" (colecção de autores portugueses das Publicações Dom Quixote, 1982). A Dom Quixote lança em 1983 o livro

"Viagem a Ver o Que Dá" tem como ponto de partida uma tentativa de suicídio e onde se conta as aventuras de Hipólito e do senhor Mirales por Portugal acima, num ronceiro calhambeque.

"Os Novíssimos Putos" é editado em (1984). "Histórias de Macau", que inclui o anterior "Orvalho do Oriente" (1981), é produto de uma digressão do autor pelo Oriente.

A Europress lança em 1989 uma edição comemorativa do 25º aniversário. "Ruínas e Gente" (1991) resulta de uma viagem pelas antigas culturas mediterrânicas, nomeadamente a Grega e a Egipcia. A 20ª edição de "Os Putos" é lançada em 1991 pela Novosmeios. A mesma editora lança aa obras completas do autor com a 5ª edição de "O Oráculo de Jamais" e as 2ª edições de "Orvalho do Oriente", "Viagem A Ver O Que Dá", Histórias de Macau", ""Ruínas E Gente" e "Bodas de cem mil bárbaros". Há igualmente uma edição do Circulo de Leitores comemorativa do 30º aniversário (1964-1994) de "Os Putos ".

A INCM - Imprensa Nacional-Casa da Moeda reedita entretanto a obra do autor. "Noite de Consoada e Outros Natais" é lançado em 2011.

Morreu a 15 de julho de 2018, em Brunhais, no concelho da Póvoa de Lanhoso.[1]

ObrasEditar

  • Sardinhas e Lua (Editora PAX/Edições Itau, 1964)
  • Os Putos (Prelo Editora, 1973)
  • A Homenagem (Prelo, 1974)
  • A Colina dos Espantalhos Sonhadores (Romance, Prelo, 1975)
  • Os Putos (Circulo de Leitores, 1977) R
  • Bodas de Cem Mil Bárbaros (parábola, Bertrand, 1978)
  • Os Putos (Contos, Bertrand, 1979) R 10ª ed. ampliada
  • O Oráculo de Jamais (Romance, Circulo de Leitores, 1979)
  • Orvalho do Oriente (Romance, Sá da Costa, 1981)
  • Os Novos Putos (Dom Quixote, 1982)
  • Viagem a Ver o Que Dá (Romance, Dom Quixote, 1983)
  • Oráculo de Jamais (Romance, Portugalmundo, 1983) - il. José Garcês R 4ª ed.
  • Os Novíssimos Putos (Guimarães Editores, 1984)
  • Histórias de Macau (Contos, Edições Rolim, 1987)
  • Os Putos - Edição Especial (Europress, 1989) R
  • Os Putos (Europress, 1989) R
  • Histórias de Macau (Contos, Campo Das Letras, 1998) R 3ª ed.
  • Ruínas e Gente (Romance, INCM, 1991)
  • Altino do Tojal : obras completas (Novomeios, 1991)
  • Os Putos: edição comemorativa do 30º aniversário 1964-1994 (Círculo de Leitores, 1995).
  • Os Putos 1º Volume (Seleprinter, 1996) R 25ª ed.
  • Viagem a Ver o Que Dá (Romance, Seleprinter, 1996) R 3ª ed.
  • Os mais belos contos de "Os Putos" - il. de António Carmo (Campo das Letras, 2000)
  • Braga Crescera Muito (Fundação cult. Barcara Augusta, 2000)
  • Os Melhores Contos de Os Putos (Contos, Ave Rara, 2001)
  • Os Putos: Contos da luz e das Sombras (INCM, 2001) R 28ª ed. revista e aumentada
  • Viagem a Ver o Que Dá (INCM, 2005) R 5ª edição Revista
  • O Oráculo de Jamais (INCM, 2006) R 6ª ed.
  • Ruínas e Gente (INCM, 2007) R 3ª edição
  • Jogos de Luz e Outros Natais (INCM, 2009)
  • Histórias de Macau (Contos, INCM, 2010) R 4ª ed.
  • Os Putos - Contos Escolhidos (Bonecos Rebeldes, 2009) R 30ª ed.
  • Noite de Consoada e Outros Natais (INCM, 2011)

Ligações externasEditar

Referências