Alto Volta


République de Haute-Volta
República de Alto Volta
Flag of France.svg
1958 – 1984 Flag of Burkina Faso.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Lema nacional
"Unité – Travail – Justice" (em francês)
"União – Trabalho – Justiça"
Hino nacional
Hymne Nationale Voltaïque


Localização de Alto Volta
Continente África
Capital Ouagadougou
Língua oficial Francês
Governo República
Presidente
 • 1959–1966 Maurice Yaméogo
 • 1983–1984 Thomas Sankara
Alto Comissário
 • 1958–1959 Max Berthet
 • 1959–1960 Paul Masson
Primeiro-Ministro
 • 1971–1974 Gérard Kango Ouédraogo
 • 1983 Thomas Sankara
Período histórico Guerra Fria
 • 11 de dezembro de 1958 Autonomia de colônia
 • 5 de agosto de 1960 Independência
 • 4 de agosto de 1984 Renomeação
Moeda Franco CFA

República de Alto Volta (em francês: République de Haute-Volta) é o antigo nome de Burkina Faso, um país sem litoral, situado no oeste Africano, estabelecido em 11 de dezembro de 1958 como uma colônia autogovernada dentro da Comunidade Francesa. Antes de se tornar um estado autônomo, era chamado Alto Volta francês, parte da União Francesa. Em 5 de agosto de 1960, tornou-se independente da França.

Mapa mostrando a bacia do Volta, no território da antiga República do Alto Volta.

Thomas Sankara chegou ao poder no país, através de uma revolução, em 4 de agosto de 1983. Logo após, ele formou o Conselho Nacional da Revolução (CNR), do qual era presidente. Em 4 de agosto de 1984, sob a liderança de Sankara, o Alto Volta passou a chamar-se Burkina Faso, que significa 'terra de pessoas incorruptíveis'.[1]

O antigo nome do país - Alto Volta - indicava que seu território contém o curso superior do rio Volta, o qual é dividido em três partes - Volta Negro, Volta Branco e Volta Vermelho -, cujos nomes se referem às cores da bandeira nacional.






Referências

Ver tambémEditar


  Este artigo sobre o Burkina Faso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre História da África é um esboço relacionado ao Projeto África. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.