Abrir menu principal
Amícia
Condessa de Devon
Senhora da Ilha de Wight
Cônjuge Balduíno de Redvers, 6.° Conde de Devon
Roberto de Guines
Descendência Balduíno de Redvers, 7.° Conde de Devon
Isabel de Redvers, 8.° Condessa de Devon
Margarida
Casa de Clare
Redvers (por casamento)
Guines (por casamento)
Nascimento 27 de maio de 1220
  Usk, Monmouthshire, País de Gales
Morte antes de 21 de janeiro de 1284 (63 anos)
  Okehampton, Devon, Reino da Inglaterra
Enterro Abadia de Buckland
Abadia de Lacock (coração)
Pai Gilberto de Clare, 5.° Conde de Gloucester
Mãe Isabel Marshal
Religião Catolicismo

Amícia de Clare (em inglês: Amice; Usk, 27 de maio de 1220 — Okehampton, antes de 21 de janeiro de 1284)[1][2][3] foi condessa consorte de Devon e senhora da Ilha de Wight pelo seu primeiro casamento com Balduíno de Redvers, 6.° Conde de Devon.

FamíliaEditar

Amícia foi a filha primogênita de Gilberto de Clare, 5.° Conde de Gloucester e de Isabel Marshal. Os seus avós paternos eram Ricardo de Clare, 3.° Conde de Hertford e Amícia FitzRobert, suo jure condessa de Gloucester. Os seus avós maternos eram Guilherme Marshal, 1.º Conde de Pembroke e Isabel de Clare, 4.° Condessa de Pembroke.

Após ficar viúva, sua mãe, Isabel, casou-se com Ricardo, 1.º Conde da Cornualha, irmão do rei Henrique III de Inglaterra.

BiografiaEditar

Amícia, aos 6 anos de idade, ficou noiva do conde Balduíno, em 29 de outubro de 1226, de cerca de 10 ou 11 anos. [1] Eles se casaram no mesmo ano, em Okehampton,[3] em Devon, após o pagamento de uma multa de 2.000 marcos pelo pai da noiva. [4] O conde era filho de Balduíno de Redvers, Conde de Devon e de Margarida FitzWarin.

Do casamento de dezenove anos, nasceram apenas dois filhos, um menino e uma menina. Balduíno faleceu em 15 de fevereiro de 1245.

Amícia recebia vários presentes do rei Henrique III. A partir de 1248, ela foi presenteada com veados, lenha, carvalhos e peixe. [4]

Em alguma data posterior a 10 de janeiro de 1248, Amícia casou-se com Roberto de Guines, filho do conde Arnaldo II de Guines e de Beatriz de Bourbourg.

Em 1255, ela partiu em peregrinação para Pontigny, na França, pela qual recebeu proteção, e novamente, em 1258, para ir ao exterior. [4]

Em 1278, fundou a Abadia de Buckland, em Devon, da Ordem de Cister, que dedicou a Virgem Maria e ao santo Bento de Núrsia.[4]

Em 1282, o rei Eduardo I, permitiu que a condessa de Devon e o seu agregado familiar se hospedassem no Castelo de Winchester, em Hampshire, na câmara da rainha, adjacente a capela. [4]

A condessa faleceu antes do dia 21 de janeiro de 1284, quando tinha 63 anos de idade. Seu corpo foi sepultado na Abadia de Buckland, porém, seu coração foi depositado na Abadia de Lacock, no condado de Wiltshire, onde sua filha, Margarida, era uma freira. Ela doou a Lacock o feudo de Shorewell, na Ilha de Wight. [4]

DescendênciaEditar

De seu primeiro casamento:

Teve uma filha chamada Margarida, freira na Abadia de Lacock, cujo identidade do pai é desconhecida.

Referências

  1. a b «Foundation for Medieval Genealogy». fmg.ac 
  2. «Geneanet». gw.geneanet.org 
  3. a b «Genealogie Online». genealogieonline.nl 
  4. a b c d e f Lewes Gee, Loveday (2002). Women, Art, and Patronage from Henry III to Edward III: 1216-1377. Woodbridge: The Boydell Press. pp. 15, 16, 27, 31 e 36. Consultado em 7 de Março de 2018