Abrir menu principal
Ambrósio de Moscou
Nascimento 17 de outubro de 1708
Nizhyn, Ucrânia
Morte 16 de setembro de 1771 (62 anos)
Moscou
Nacionalidade Rússia Império Russo
Ocupação Arcebispo da Igreja Ortodoxa Russa (1768-1771)
Religião ortodoxa

Ambrósio, (em russo: Амвросий), nome secular: André Stiepanovik Zertis-Kamensky, em russo: Андрей Степанович Зертис-Каменский); (Nizhyn, Ucrânia, 17 de outubro de 1708 — Moscou, 16 de setembro de 1771) foi um bispo ortodoxo russo, Arcebispo de Moscou a partir de 18 de janeiro de 1768 e membro do Santo Sínodo.

BiografiaEditar

André nasceu em Nizhyn, oblast de Chernigov, Ucrânia, e estudou na escola de St Alexander Nevskiy, onde mais tarde tornou-se um tutor. Na idade de trinta e um anos, entrou para o convento, onde tomou o nome de Ambrósio.

Posteriormente, foi nomeado arquimandrita do convento de Nova Jerusalém, em Voznesensk. Posteriormente, foi transferido como bispo, inicialmente para a diocese de Pereiaslav-Khmelnytskyi, e depois para a de Krutitsy perto de Moscou, finalmente tornando-se arcebispo de Moscou, em 1761.

Era famoso não só por seu interesse em programas para a diminuição da pobreza em Moscou, mas também como o fundador de novas igrejas e mosteiros. Em 1771 ocorreu um terrível surto de peste em Moscou, e a população começou a se aglomerar em volta de uma imagem da Virgem Maria atribuindo-lhe um poder de cura sobrenatural. Ambrósio, percebendo que este aglomerado de pessoas contribuía para que o contágio da doença se espalhasse mais rapidamente, removeu secretamente a imagem. A multidão, suspeitando que ele fosse o responsável pela remoção, atacou o mosteiro onde ele se encontrava, arrastou-o para longe do santuário, e, tendo-lhe dado tempo para receber o sacramento, o estrangulou.

Entre as obras de Ambrósio estão uma liturgia e traduções dos Padres da Igreja.

Referências