Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Amigos Invisíveis
Álbum de estúdio de Edgard Scandurra
Lançamento Outubro de 1989
Gravação Maio e Junho de 1989, no estúdio Nas Nuvens (Rio de Janeiro); faixa 9 gravada em Fevereiro de 1989 no Yellow Submarine (São Paulo)
Gênero(s) Rock and roll
Idioma(s) Português, Inglês (faixa 7)
Formato(s) LP, K7 e CD
Gravadora(s) WEA
Produção Edgard Scandurra e Paulo Junqueiro
Cronologia de Edgard Scandurra
Benzina
(1996)

Amigos Invisíveis é um álbum de Edgard Scandurra, guitarrista do grupo de rock brasileiro Ira!. Lançado originalmente em 1989.

Índice

HistóriaEditar

Foi previsto na renovação de contrato do Ira! com a WEA, por volta de 1987, o lançamento de um disco solo de Edgard, o que aconteceu no segundo semestre de 1989. Bem recebido pela crítica musical, Amigos Invisíveis apresentou a experiência de Edgard como multinstrumentista (no álbum ele toca guitarras, violão, baixo, sintetizadores, violino, bateria e percussão). É ele quem executa todos os instrumentos nas doze faixas do LP, com exceção do piano de "Abraços e Brigas", tocado por sua então esposa Taciana Barros (Gang 90 e As Absurdettes).

Taciana é co-autora da já citada "Abraços e Brigas", de "Culto de Amor" e de "Vou Me Entregar Como Nunca". As duas primeiras seriam regravadas pelo Ira! em momentos distintos ("Abraços e Brigas" aparece em Isso É Amor, de 1999, e "Culto de Amor", está no último álbum da banda, Invisível DJ, de 2007).

O disco ainda traz duas covers: uma é de "Our Love Was", do terceiro disco do grupo britânico The Who (The Who Sell Out, de 1967). A outra é uma releitura predominantemente acústica de "Gritos na Multidão", do repertório do Ira!, contendo um sampler (com o vocal de Nasi) da canção original registrada para o disco Vivendo e Não Aprendendo.

"Bem Vindo Daniel" é dedicada ao primeiro filho de Edgard com Taciana. O disco só ganharia sua primeira edição em CD no final de 2000, acrescido de duas faixas extras.

FaixasEditar

  1. "Estamos Nesse Trem"
  2. "Amor em B.D."
  3. "Minha Mente Ainda é a Mesma"
  4. "Abraços e Brigas" (Edgard Scandurra, Taciana Barros)
  5. "Gritos na Multidão"
  6. "Quero Voltar Pra Casa"
  7. "Our Love Was" (Pete Townshend)
  8. "Amigos Invisíveis"
  9. "1978"
  10. "Culto de Amor" (Edgard Scandurra, Taciana Barros)
  11. "Bem Vindo Daniel"
  12. "Vou Me Entregar Como Nunca" (Edgard Scandurra, Taciana Barros)

Faixas bônus (Edição remasterizada lançada em 2000)Editar

  1. "Minha Mente Ainda é a Mesma" (monitor mix)
  2. "Estamos Nesse Trem" (monitor mix)

CréditosEditar

Referências geraisEditar