Abrir menu principal
Amor e traição
 Brasil
1974 •  cor •  105 min 
Direção Pedro Camargo
Roteiro Pedro Camargo e Francisco Pereira da Silva
Elenco Claudia Ohana
Jofre Soares
Ítala Nandi
Género drama
Idioma português

Amor e traicão (A pele do bicho) é um filme de 1974, dirigido por Pedro Camargo, estrelado por Claudia Ohana, Jofre Soares, Ítala Nandi e outros.[1] O filme é uma adaptação para cinema da obra Chapéu de sebo,de Francisco Pereira da Silva.

SinopseEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Seu personagem é a esposa de um peão de fazenda. O dono da fazenda e seu filho notam-a e começa o assédio, para terem o caminho mais livre, encarregam o marido de procurar gado desaparecido.

Depois da moça conquistada, passam a dar-lhe vários tipos de presente, inclusive pintura feminina. O marido estranha os presentes e a mudança de comportamento da esposa, rosto excessivamente pintado etc… Quando comprova a traição da esposa, ele a mata. Vai preso e enquanto aguarda o julgamento, enforca-se na cadeia.

É enterrado,esconjurado, no meio do mato, com o túmulo demarcado com uma cruz rústica de madeira.

Certo dia, uma mulher, cujo filho encontra-se doente, sai para "procurar um médico". Passa pelo túmulo, se benze e segue em frente.Horas mais tarde, retorna à casa sem ter encontrado o médico e o filho está curado. Conta para uma vizinha o ocorrido, esta para outra e a história se espalha. "O peão morto curou a criança".

Passa o tempo, os políticos da cidade constroem um túmulo imponente no local onde o peão está enterrado, vem caravanas de crentes em busca de milagres, há camelôs no local vendendo até fitas com o nome do Santo Milagreiro.

Referências

  1. «Adorocinemabrasileiro - Amor e Traição». Consultado em 28 de fevereiro de 2009 
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.