Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Aníbal Massaini Neto
Nascimento 1945 (74 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação produtor cinematográfico

Anibal Massaini Neto (São Paulo, 1945) é um produtor, roteirista e diretor de cinema brasileiro. [1]

Em 1961 , aos 14 anos, Aníbal Massaini começou trabalhando ao lado do pai, Osvaldo Massaini, dono da produtora e distribuidora Cinedistri na área de distribuição. Em O Santo Milagroso de 1964 teve seus primeiros contatos com a área de produção. Seu primeiro filme como produtor foi Corisco, o Diabo Loiro em 1968. No início da década de 70 Aníbal comandou a entrada da empresa para as pornochanchada então no auge do gênero. [2] [3]

Em 1997, dirigiu o remake de um filme que seu avô produziu em 1952. O cangaceiro alcançando sucesso mundial, que levou multidões aos cinemas, mas só deu lucro à Columbia (que comprou os direitos para distribuição). [4]

TrabalhosEditar

Referências

  1. «Anibal Massaini Neto». Internet Movie Database. Consultado em 17 de julho de 2019 
  2. a b c d e f g h Nagib, Lúcia (2002). O cinema da retomada:. depoimentos de 90 cineastas dos anos 90. [S.l.]: Editora 34, p. 296. ISBN 9788573262544 
  3. «Aníbal Massaini Netto». Filme B. Consultado em 17 de julho de 2019 
  4. a b Berê Bahia (2003). Luz, câmera, mesa e ação:. o cinema brasileiro na cozinha. [S.l.]: Editora UnB, p. 78. ISBN 9788523006952 
  5. «Bate-papo com Aníbal Massaini Neto, cineasta». Bate-papo UOL. Consultado em 17 de julho de 2019 
  6. Nagib (2002). O cinema da retomada:. [S.l.]: , p. 297 
  7. a b c d e f g «Anibal Massaíni Neto». Adoro Cinema. Consultado em 17 de julho de 2019 
  8. Souza, José Inácio de Melo; at all (2018). Nova história do cinema brasileiro. volume 1 (edição ampliada). [S.l.]: Edições Sesc, p. 928. ISBN 9788594931207 
  9. Motta, Cezar (2018). Até a última página:. Uma história do Jornal do Brasil. [S.l.]: Objetiva, p. 306. ISBN 9788554510893 
  10. Guerreiro, Antonio; Pimentel, Luiz Cesar (14 de agosto de 2014). Ronnie Von. [S.l.]: Planeta. ISBN 9788542204124 
  11. Abreu, Nuno Cesar (2006). Boca do Lixo:. cinema e classes populares. [S.l.]: Editora Unicamp, p. 44. ISBN 9788526806726 
  A Wikipédia tem o
  Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.