Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bisel da agulha de Tuohy. Utilizada para realização da punção peridural

Anestesia epidural é uma forma de controle da dor baseado na administração de substâncias por via epidural (peridural), mais frequentemente anestésicos locais em baixas concentrações e analgésicos da classe dos opióides. Podendo a administração ser:

  • única
  • repetida em partes (bolus)
  • infundida continuamente
  • administrada de forma controlada pelo paciente

À exceção da administração única, todos os demais regimes necessitam a colocação de um catéter que permanecerá pelo tempo da analgesia (em geral não mais que 48 horas). O regime controlado pelo paciente necessita a utilização de uma bomba de infusão programável associado a algum mecanismo de gatilho que permita ao paciente solicitar as doses conforme sua necessidade sem que haja risco de sobredose. Sua principal indicação é o controle da dor pós-operatória.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anestesia epidural