Andrea del Verrocchio

(Redirecionado de Andrea di Francesco di Cione)

Andrea di Francesco di Cione, conhecido como Andrea del Verrocchio, (Florença, 1435Veneza, 10 de Outubro de 1488) foi um artista florentino italiano que esteve ativo durante a Renascença.

Andrea del Verrocchio
Retrato de Verrocchio por Nicolas de Larmessin
Nascimento 1435
Florença
Morte 10 de outubro de 1488
Veneza
Ocupação Pintor, escultor e ourives

Era escultor, ourives e pintor, e trabalhou na corte de Lorenzo de Médici. É considerado um dos pintores mais influentes de seu período. Entre seus alunos incluem-se Leonardo da Vinci, Sandro Botticelli, Perugino e Ghirlandaio. Também influenciou Michelangelo e foi um escultor de primeira grandeza.

Verrocchio nasceu em Florença em 1435. Andrea começou a trabalhar como ourives na oficina de Giulio Verrocchi, de quem tomou o sobrenome. Não se sabe se foi aprendiz de Donatello. Suas primeiras pinturas são de 1460, quando trabalhava com Filippo Lippi.

Em 1474 e 1475, pintou O Batismo de Cristo, agora na Galleria degli Uffizi, em Florença. Nesse trabalho, foi ajudado por Leonardo Da Vinci ainda jovem, que terminou a paisagem e o anjo na extrema esquerda. Segundo Giorgio Vasari, Andrea decidiu então nunca mais pintar, pois Leonardo tinha o ultrapassado em técnica e genialidade. Em 1475, Verrocchio começou a se dedicar quase inteiramente à escultura.

Cristo e São Tomé

Em 1478, Verrocchio começou seu trabalho mais importante, uma estátua equestre de Bartolomeo Colleoni, que tinha morrido três anos antes. O trabalho foi encomendado pela República de Veneza. Era a primeira tentativa de produzir uma estátua com uma das pernas do cavalo não tocando o chão. A estátua é também notável pela expressão firme de comando no rosto de Colleoni. Verrocchio enviou para seus clientes um modelo de cera em 1480 em em 1488, ele finalmente mudou-se para Veneza para ajudar na fundição da estátua. Contudo, ele morreu antes de terminar o trabalho.

dirigiu em Florença um atelie com muitos alunos de pintura. É provável que tenha estudado pintura com Alesso Baldovinetti e escultura com Antonio Rossellino.

Em 1467 dava inicio a sua obra mais importante em Florença, "Cristo e São Tomé" na fachada de Or San Michelle, concluída em 1483.

Sua primeira obra de grande porte foi o suntuoso sepulcro de Pedro de Médici e João de Médici na igreja de San Lorenzo, em Florença, que foi concluído em em 1472, notável pelo uso de mármore e pórfiro coloridos em associação com ornatos de bronze.

Sua morte deixou inacabado o túmulo do cardeal Foteguerri (1476–1488) na catedral de Pistoia, que foi terminado por escultores barrocos do século XVII.

Ver tambémEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Andrea del Verrocchio
  Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.