Abrir menu principal
Andrei Aramnov
halterofilismo
Nome completo Andrei Nikolaievitch Aramnov
Representante  Bielorrússia
Nascimento 17 de abril de 1988 (31 anos)
Barissau, Bielorrússia
Nacionalidade Bielorrússia bielorrussa

Andrei Nikolaievitch Aramnov ou Aramnau (em bielorrusso: Андрэй Мікалаевіч Арамнаў , em russo: Андрей Николаевич Арямнов ; 17 de abril de 1988, em Barissau) é um halterofilista bielorrusso.

No campeonato mundial para juniores de 2006 em Hangzhou, depois da disputa com o cazaque Ilia Ilin, Aramnov ficou com a prata, na categoria até 94 kg. Ilia levantou 176 kg no arranque e Aramnov 177 kg; Aramnov levantou 216 kg no arremesso, concluindo com um total de 393 kg; Ilia conseguiu 225 kg e levou o ouro no total (401 kg).[1]

No campeonato mundial para juniores de 2007 em Praga, agora competindo na categoria até 105 kg, Aramnov conseguiu o ouro. Levantou 187 kg no arranque — 15 kg a mais do que o segundo colocado, o russo Igor Merkuchov (172 kg); Aramnov levantou 220 kg no arremesso, tendo somado um total de 407 kg; Merkuchov conseguiu 221 kg no arremesso, mas ficou com a prata (393 kg).[1]

No campeonato mundial de 2007, em Chiang Mai, agora para seniores/adultos, Aramnov obteve sucesso e ganhou ouro na categoria até 105 kg. Finalizou a prova do arranque com 195 kg; conseguiu 220 kg no arremesso em sua primeira — logo, somando 415 kg no total, igualando-se ao então recorde mundial da categoria de idade juniores (até 20 anos no halterofilismo) pelo polonês Marcin Dołęga. Em sua segunda e terceira tentativa no arremesso levantou 225 e 228 kg, respectivamente, estabelecendo, então, dois recordes mundiais juniores no total — 420 e 423 kg. Aramnov, entretanto, ficou em segundo na prova do arremesso — o búlgaro Alan Tsagaev conseguiu 231 kg, mas ficou com a prata no total (411 kg).[2]

Aramnov foi campeão olímpico em 2008, em Pequim, na categoria até 105 kg,[3] em que chegou a marca de 200 kg no arranque (recorde mundial), superando a marca de Dołęga em 1 kg (199 kg). No arremesso ele obteve a marca de 225 kg na primeira tentativa, 230 na segunda e 236 kg na terceira (esta recorde para juniores), estabelecendo três recordes mundiais para a categoria de idade — 425, 430 e 436 kg, respectivamente, esta última recorde mundial da categoria até 105 kg (sem limitação de idade).[4][5]

Ele foi reconhecido na Bielorrússia como o melhor esportista de seu país em 2008.[6]

No final de 2008, Aramnov foi pego dirigindo bêbado e foi suspenso pela Federação de Levantamento de Peso de Belarus de competições por dois anos.[7] Mas foi readmitido depois, embora não competiu no campeonato mundial daquele ano.

Em 2010, no campeonato europeu realizado em Minsk, Andrei Aramnov inicialmente terminara em primeiro, na categoria até 105 kg, com a marca de 420 kg (195+225), mas foi desclassificado por dopagem bioquímica[4] e suspenso das competições pela Federação Internacional de Halterofilismo até dezembro daquele ano.[8]

Referências

  1. a b Gottfried Schödl. «World Championships Juniors and statistics» (PDF) (em inglês). www.iwf.net. Consultado em 30 de agosto de 2010 
  2. Gottfried Schödl. «World Championships Seniors and statistics» (PDF) (em inglês). www.iwf.net. Consultado em 30 de agosto de 2010 
  3. National Olympic Committee of the Republic of Belarus. «Andrei Aryamnov – Olympic champion» (em inglês). Consultado em 8 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2010 
  4. a b «Aramnau Andrei» (em alemão). www.iat.uni-leipzig.de. Consultado em 30 de agosto de 2010 
  5. Gottfried Schödl. «IWF annual book 2008 and statistics» (PDF) (em inglês). www.iwf.net. Consultado em 14 de abril de 2012 
  6. «Olympic champion Aramnau named Best Sportsman of the Year in Republic of Belarus» (em inglês). www.iwf.net. 26 de janeiro de 2009. Consultado em 30 de agosto de 2010 
  7. «Olympic weightlifting champion stripped of presidential allowance for drunk driving offense» (em inglês). naviny.by. Consultado em 30 de agosto de 2010 [ligação inativa]
  8. «List of competitors suspended» (em inglês). www.iwf.net. Consultado em 12 de abril de 2011. Arquivado do original em 6 de outubro de 2011