Angel Eyes

Angel Eyes
Olhos de Anjo (PRT)
Olhar de Anjo (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2001 •  cor •  102 min 
Direção Luis Mandoki
Produção Mark Canton
Elie Samaha
Roteiro Gerald Di Pego
Elenco Jennifer Lopez
Jim Caviezel
Jeremy Sisto
Gênero drama romântico
Música Marco Beltrami
Julius Robinson
Michael Sherwood
Cinematografia Piotr Sobocinski
Edição Gerald B. Greenberg
Companhia(s) produtora(s) Morgan Creek
Franchise Pictures
The Canton Company
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 18 de maio de 2001
Brasil 19 de outubro de 2001
Idioma inglês
Orçamento US$53 milhões
Receita US$29,715,606
Página no IMDb (em inglês)

Angel Eyes (pt: Olhos de Anjo[1]/br: Olhar de Anjo[2]) é um filme de romance dramático de 2001 com a realização de Luis Mandoki, a partir do argumento escrito por Gerald Di Pego. O elenco é composto por Jennifer Lopez, James Caviezel, Jeremy Sisto, Terrence Howard, Sônia Braga, Victor Argo e Monet Mazur, o filme é sobre um homem misterioso atraído por uma policial do sexo feminino e cuja relação o ajuda a lidar com crises de seu passado.[3] A música original foi composta por Marco Beltrami.[4] O filme recebeu nomeações para o ALMA Award para Melhor Atriz (Jennifer Lopez) e Direção Proeminente (Luis Mandoki).

SinopseEditar

Em uma noite chuvosa em Chicago, a policial Sharon Pogue está no local de um grave acidente de trânsito segurando a mão de uma das vítimas, alegando que ele espere e não desista. Um ano depois, Sharon está frustrada com os homens com quem namora e se afastou de sua família por ter prendido seu pai por espancar sua mãe Josephine. Seu pai e irmão, Larry, nunca a perdoaram, e sua raiva está afetando seu trabalho policial.[5][6]

Um homem conhecido apenas como "Catch" vagueia pelas ruas de Chicago em um estado de transe, fazendo boas ações para estranhos e vizinhos. Um dia, ele vê Sharon em uma lanchonete e a observa do outro lado da rua, e ela percebe que ele a observa. Nesse momento, um carro pára e explode a lanchonete com tiros de metralhadora, e Sharon e seu parceiro perseguem os criminosos.[5] Sharon alcança um criminoso e, na luta que se seguiu, ele pega sua arma e atira nela duas vezes no peito. Vendo que ela está protegida por seu colete à prova de balas, ele se prepara para atirar na cabeça dela, mas Catch pula no homem e bate na arma, salvando sua vida. Naquela noite, Sharon e Catch se encontram em uma taberna e tomam uma bebida. Uma agradecida Sharon tenta aprender mais sobre Catch, mas ele não fala sobre si mesmo. Sharon o convida para o apartamento dela, e depois de alguns momentos estranhos entre os dois, eles compartilham um beijo. Catch pára abruptamente e sai do apartamento, deixando Sharon confusa.[7]

Na noite seguinte, Sharon encontra um dente de leão colado na caixa de correio com o número de telefone de Catch. Ela liga e o convida desajeitadamente para o café da manhã em uma cafeteria na manhã seguinte. Quando Sharon acorda, ela pensa duas vezes e chama Catch para cancelar o encontro do café da manhã. Catch já está no café e nunca recebe a mensagem. Chateado por estar de pé, ele vai ao apartamento de Sharon e a critica por não ter comparecido à sua "consulta", e então sai em disparada. Sharon o segue até seu apartamento quase vazio. Surpresa com as condições de vida, ela exige saber mais sobre ele, mas Catch se recusa a revelar qualquer coisa sobre seu passado. Ele apenas diz que está começando "do zero".

Seguindo o conselho de sua sogra Elanora, Catch liga para Sharon e pede desculpas, e os dois continuam se vendo. Eles fazem um piquenique à beira do lago em um parque estadual e compartilham um mergulho romântico, após o qual fazem amor apaixonado na praia. Nos próximos dias, Catch estará lá para confortá-la após um confronto com a família. Sua influência positiva começa a aparecer em seu trabalho policial. Uma noite, eles vão a um clube de blues e, depois que a banda toca um número, Catch percebe uma trombeta sentada no coreto.[5] Ele pega a trombeta e começa a tocar uma versão emotiva da música "Nature Boy". Quando saem, o proprietário se aproxima dele, chamando-o de "Steve Lambert" e perguntando onde ele esteve. Catch nega até conhecer o homem e vai embora.

No dia seguinte, Sharon investiga o nome Steven Lambert nos arquivos da polícia e descobre que ele é o homem cuja mão ela segurou no local de um acidente de trânsito um ano antes, e que a esposa e o filho de Catch morreram no acidente. Ela vai para a casa que ele abandonou após o acidente e descobre que ele era um músico de jazz e que o acidente ocorreu no aniversário de seu filho, fazendo com que Catch crie um bloqueio mental. Querendo ajudar Catch a se curar de suas feridas emocionais, ela tenta falar com ele sobre o acidente e o leva ao cemitério para ver os túmulos de sua família, mas ele fica muito chateado e vai embora. Sharon visita Elanora, que na verdade é a ex-sogra de Catch. Sharon está procurando alguma maneira de ajudar o homem que ama, e Elanora incentiva a paciência e diz a Sharon que Catch encontrará seu caminho em seu próprio tempo.

Na cerimônia de renovação dos votos de casamento de seus pais, Sharon tenta conversar com o pai, mas ele diz a ela que sente que não tem uma filha. Quando Sharon começa a sair, ela para e conta ao cinegrafista uma história maravilhosa sobre o pai brincando com ela e o irmão quando eram crianças. Ela está profundamente comovida com essa memória. O pai dela ouve e também é afetado emocionalmente, mas quando Sharon olha para ele, ele se afasta. Enquanto isso, Catch finalmente vai ao cemitério e conversa com sua esposa e filho falecidos, explicando como ele se lembra de todos os momentos maravilhosos que eles compartilharam. Quando Sharon sai da recepção, ela vê Catch esperando ao lado do carro. Eles abraçam e professam seu amor um pelo outro. Enquanto se preparam para sair, Catch diz a ela que ele dirigirá.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

ElencoEditar

Jennifer Lopez insistiu que o personagem Catch fosse feito por Jim Caviezel, embora ela não sabia o nome dele.[8] Ela tinha ficado impressionada com seu desempenho em The Thin Red Line (1998).[9] Caviezel inicialmente recusou o papel na esperança de ser protagonista em Pearl Harbor. Mas quando Aaron Eckhart desistiu de interpretar Catch algumas semanas antes do início das filmagens, Caviezel assumiu o papel.[10][11][12] O papel também foi oferecido para Ben Affleck e James Marsden, que rejeitaram por diferentes motivos.[13] Enquanto isso, Lopez criticou a Warner Bros. por causa de seu salário, que ela exigiu que aumentasse de US$5 milhões para US$8 milhões. Eles aceitar pagar a ela US$7 milhões, mas não antes de Mandoki considerar brevemente Ashley Judd como opção caso Lopez desiste do papel.[14]

FilmagensEditar

A filmagem principal começou em 8 de maio de 2000 e terminou no início de agosto do mesmo ano.

Locais das filmagensEditar

Angel Eyes foi filmado nos seguintes locais::

Embora a história seja ambientada em Chicago, várias cenas muito nítidas do horizonte de Toronto, incluindo a Torre CNN muito reconhecível de Toronto, aparecem no filme, juntamente com outros marcos reconhecíveis de Toronto, como a vitrine do Honest Ed's e um bonde TTC. As cenas em torno da casa dos pais de Sharon foram filmadas na Playter Farmhouse, um edifício histórico perto de Danforth Avenue, em Toronto. Algumas cenas foram filmadas na vila de Elora, Ontário, no Elora Quarry.[15]

BilheteriaEditar

Na América do Norte, o filme estreou em # 4 em sua semana de estreia e arrecadou $24,174,218 no mercado interno. Todas as versões do Reino Unido foram cortados para obter uma classificação de 15 anos. Warner Bros. teve que remover o uso agressivo de linguagem gráfica ou o filme teria sido classificado para 18 anos. O filme arrecadou, em última instância US$29,715,606 em todo o mundo, bem abaixo dos seus US$53 milhões de orçamento.[16] Disponível no Netflix, em novembro de 2018.[17]

Prêmios e indicaçõesEditar

  • 2002 ALMA Award Nomeação de Melhor Atriz em um Filme (Jennifer Lopez)
  • 2002 ALMA Award Nomeação para Diretor Proeminente em um Filme (Luis Mandoki)
  • 2003 ASCAP Award para Mais Executada Canção de um Filme para "Good Morning Beautiful" (Todd Cerney, Zachary Lyle) Venceu
  • 2002 Framboesa de Ouro Nomeação de Pior Atriz (Jennifer Lopez)[18]

Referências

  1. «Filme - Olhar de Anjo». SAPO Cinema. Consultado em 13 de Março de 2012. Arquivado do original em 11 de abril de 2011 
  2. «Olhar de Anjo». Adoro Cinema. Consultado em 13 de Março de 2012 
  3. Domingas Person (22 de outubro de 2001). «Olhar de Anjo». IstoÉ Gente. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  4. «Olhar de Anjo». CineDica. Consultado em 21 de dezembro de 2019 
  5. a b c «Sônia Braga participa de "Olhar de Anjo" ao lado de Jennifer Lopez». Folha de S.Paulo. 18 de outubro de 2001. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  6. «Jennifer López está em "Olhar de Anjo"». Estadão. 18 de outubro de 2001. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  7. «Nem Jennifer López salva o drama Olhar de Anjo.». Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos. 19 de outubro de 2001. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  8. Sharon Knolle (18 de maio de 2001). «Caviezel Keeps His Calvins on for Lopez». ABC News. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  9. «"Angel Eyes": Jim Caviezel Interview». Hollywood.com. 17 de setembro de 2001. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  10. «Lopez needs love interest». BBC News. 4 de abril de 2000. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  11. «Inside moves». Variety. 12 de abril de 2000. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  12. Merle Ginsberg (1 de agosto de 2000). «Jennifer Lopez Turns Up the Heat». W. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  13. «Mirada de ángel». El Mundo. 29 de novembro de 2018. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  14. «Angel Eyes». Entertainment Weekly. 19 de abril de 2001. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  15. a b David Fleischer (26 de agosto de 2008). «Reel Toronto: Angel Eyes». Torontoist. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  16. «Angel Eyes». Box Office Mojo. Consultado em 4 de abril de 2012 
  17. Angel Eyes. «600220681». Consultado em 24 de novembro de 2018 
  18. «Oscar pelo avesso». Folha de Londrina. 13 de fevereiro de 2002. Consultado em 21 de dezembro de 2019 

Ligações externasEditar