Antígono II Gónatas

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Antígono II, rei da Judeia.

Antígono II Gónatas (português europeu) ou Gônatas (português brasileiro) (em grego clássico: Αντίγονος B΄ Γονατάς; c.319 a.C.239 a.C.) foi um governante que estabeleceu a dinastia antigônida na Macedônia e notabilizou-se por sua vitória contra os Gauleses que tinham invadido os Bálcãs. Foi um governante eminentemente político e não bélico. Sua liderança política deixou a Grécia nas mãos de tiranos, o que fez com que a região caísse mais facilmente nas mãos do Império Romano.

Antígono II Gónatas
Nascimento 319 a.C.
Gonnoi
Morte 239 a.C.
Pela
Cidadania Macedónia Antiga
Progenitores
Cônjuge Fila
Filho(s) Demétrio II da Macedônia, Alcioneu
Irmão(s) Estratonice, Fila, Crátero, Demétrio, Corrago, Alexandre, Crátero, Demétrio, o Belo
Ocupação militar
Título rei

Filho de Demétrio Poliórcetes e Fila, filha de Antípatro, foi apelidado de Gónatas por ter nascido e sido criado em Goni na Tessália, falecendo com oitenta e três anos de idade. Reinou quarenta e quatro anos, desde o segundo ano da 123a Olimpíada até a sua morte, no ano da 135a Olimpíada. Foi rei por dez anos antes de tomar a Macedônia, no ano da 126a Olimpíada. Antígono conquistou o mundo grego com força extrema. Foi sucedido por seu filho Demétrio.[1]

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Antígono II Gónatas

Referências

  1. Eusébio de Cesareia, Crônicas, 89, A partir dos escritos de Porfírio, o filósofo, nosso adversário
  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.