António Sebastião Spínola

António Sebastião Spínola GOC (Machico, Porto da Cruz, 13 de Julho de 1875[1] - 19 de Março de 1956) foi um político português.

António Sebastião Spínola
Nascimento 13 de julho de 1875
Morte 19 de março de 1956 (80 anos)
Cidadania Portugal
Filho(s) António de Spínola
Ocupação mercador
Prêmios Grande-Oficial da Ordem Militar de Cristo

FamíliaEditar

Filho de António Sebastião Spínola (Porto da Cruz, Machico, 2 de Março de 1845[2] - ?), Proprietário na Ilha da Madeira, e de sua mulher (Machico, Porto da Cruz, 18 de Maio de 1874) Maria José da Silva (Machico, Porto da Cruz, 18 de Outubro de 1854[3] - ?). Sobrinho de Jesuíno José Spínola (portanto, irmão do avô de António de Spínola).

BiografiaEditar

Inspetor-Geral de Finanças, Chefe de Gabinete do Ministro das Finanças Prof. António de Oliveira Salazar e depois do Ministro Prof. João Pinto da Costa Leite (Lumbrales), 4.º Conde de Lumbrales, Conselheiro e Administrador da Fundação da Casa de Bragança, etc.

Agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Cristo a 12 de Julho de 1945, sendo na altura Inspetor-Chefe.[4]

Casamento e descendênciaEditar

Casou primeira vez no Funchal, São Pedro, 6 de Setembro de 1902) com Maria Gabriela Alves Ribeiro (Funchal, São Pedro, 14 de Junho de 1884[5] - ?), filha de Francisco Antonio Rivera y Amigo (Pontevedra, Santiago de Covelo, 1855 - ?), Comerciante no Funchal, onde viveu, e de sua mulher (Funchal, , 20 de Novembro de 1880) Virgínia Alves (Funchal, Sé, 1860[6] - ?). Foram pais de António Sebastião Ribeiro Spínola.

Era primo em primeiro grau (grau de parentesco) de Jesuíno Spínola (Machico, Madeira), casado com Carolina dos Santos (Machico, Madeira). Visto que o General António de Spínola não teve filhos, a descendência atual conta com os netos de Jesuíno Spínola, e os seus bisnetos, alguns de naturalidade/nacionalidade inglesa.

Referências

  1. Bap. Machico, Porto da Cruz, 2 de Agosto de 1875.
  2. Bap. Machico, Porto da Cruz, 17 de Março de 1845. Filho natural, perfilhado a 7 de Janeiro de 1853.
  3. Bap. Machico, Porto da Cruz, 19 de Março de 1855. Filha natural.
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Sebastião Spínola". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 22 de fevereiro de 2015 
  5. Bap. Funchal, São Pedro, 13 de Julho de 1884.
  6. Filha natural.
  • Fotobiografias do Século XX, Fotobiografia de António de Spínola, Círculo de Leitores.
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

{{NF|1875|1956|Antonio Sebastiao Spinola}