Antonio Inoki

Empresário japonês, político e ex-lutador profissional

Antonio Inoki (アントニオ猪木), nome de nascimento Kanji Inoki (Yokohama, 20 de fevereiro de 194330 de setembro de 2022[1]) foi um promotor de wrestling profissional e ex-lutador de Luta livre profissional e artes marciais misturadas japônes. É o atual proprietário da New Japan Pro Wrestling (NJPW), a maior empresa de Luta Livre profissional do Japão. Inoki é considerado um dos principais ícones do mundo do wrestling profissional e MMA, e uma das figuras mais influentes do Puroresu.

Antonio Inoki
Nascimento 猪木 寛至
20 de fevereiro de 1943
Yokohama
Morte 30 de setembro de 2022 (79 anos)
Tóquio
Cidadania Japão
Estatura 191 cm
Cônjuge Mitsuko Baishô
Irmão(s) Yoshimori Inoki
Ocupação político, lutador profissional, escritor, ator, artista marcial, promotor de eventos, lutador de artes marciais mistas
Prêmios
Religião Islão
Causa da morte amiloidose

Apesar de ter nascido no Japão, Inoki viveu sua infância no Brasil, onde imigrou. Antonio Inoki voltou ao Japão as 17 anos e virou discípulo de Rikidōzan, ex-lutador sumô e pai do wrestling profissional no Japão.[2] Após o assassinato de Rikidozan, seus dois grandes discípulos fundaram duas companhias separadas, Giant Baba fundou a All Japan Pro Wrestling (AJPW) enquanto Inoki fundou a New Japan Pro Wrestling (NJPW). As duas companhias se tornariam grandes rivais.

Inoki era fanático por artes marciais e lutas, tendo treinado em Judô, Karatê e pelo estilo tradicional do Catch Wrestling, um estilo antigo e predecessor do wrestling profissional, pelo seu colega Karl Gotch. Para diferenciar a NJPW dos concorrentes, Inoki começou a lutar um estilo de luta livre que ele chamava de "Strong-style" (estilo forte) que era focado no uso de golpes realistas e que conectavam, e com finalizações reais de catch wrestling. Em 1976, em uma tentativa de mostrar que a luta livre profissional era a disciplina de luta dominante,[3] participou da controversa luta de regras casadas contra o pugilista Muhammad Ali. A luta em si, que entrou para a história como um dos mais bizarros espetáculos jamais vistos,[4] é vista como precursora do MMA moderno.[5]

Antonio Inoki foi eleito para a Câmara dos Conselheiros duas vezes (1989–1995 e 2013–2019). Em 1990 viajou para o Iraque sozinho em uma missão não-oficial para negociar a liberação de 41 reféns japoneses prendidos por Saddam Hussein.[6] Como parte de uma missão de paz e diálogo com a Coreia do Norte, a NJPW fez um evento na Coreia do Norte em uma co-produção com a WCW chamada de Kollision in Korea. A luta principal seria Inoki contra a lenda estadunidense Ric Flair. O evento detém o recorde maior evento de wrestling com um público ao vivo, com cerca de 340 mil espectadores (150 mil no primeiro dia e 190 mil no segundo) no Estádio Primeiro de Maio Rungrado.[7]

Residiu em Nova Iorque até seus 79 anos. A sua estréia no wrestling decorreu em 1960, aposentando-se em 1998. Foi premiado pela Wrestling Observer Newsletter awards como o promotor do ano em 2001. Ele tem ascendência brasileira, pois o seu avô e sua avó nasceram lá. Seu irmão Hiroyasu Inoki é oitavo dan em Karatê shotokan e possui uma academia no Rio de Janeiro.

Morreu em 30 de Setembro de 2022 após complicações causadas por Amiloidose.[8]

Links externosEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Antonio Inoki
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Antonio Inoki (Japanese)
  Este artigo sobre lutador(a) profissional é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Rift, Aaron (1 de outubro de 2022). «NJPW founder and wrestling legend Antonio Inoki passes away at the age of 79». NoDQ.com: WWE and AEW Coverage (em inglês). Consultado em 1 de outubro de 2022 
  2. «Wayback Machine». web.archive.org. 6 de maio de 2006. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  3. Antonio Inoki Home Page: best matches. Asahi-net.or.jp. Retrieved on 2015-05-30.
  4. Tallent, Aaron. "The Joke That Almost Ended Ali's Career". The Sweet Science. February 20, 2005. Retrieved June 28, 2012.
  5. [1][ligação inativa]
  6. «Wrestling, anyone? Pakistan welcomes back a flamboyant Japanese hero of the ring. - The Washington Post». web.archive.org. 6 de outubro de 2014. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  7. «New Japan International Cards». www.prowrestlinghistory.com. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  8. Rift, Aaron (1 de outubro de 2022). «NJPW founder and wrestling legend Antonio Inoki passes away at the age of 79». NoDQ.com: WWE and AEW Coverage (em inglês). Consultado em 1 de outubro de 2022