Arcebispado búlgaro de Ocrida

O Arcebispado de Ocrida (Ohrid) ou Arcebispado búlgaro de Ocrida, também conhecido como Arcebispado de Justiniana Prima e Toda Bulgária, foi uma Igreja Ortodoxa Autocéfala (autônoma) histórica, de jure subordinada ao Patriarcado Ecumênico, estabelecida nas terras búlgaras conquistadas pelo Império Bizantino em 1018, cuja sede foi a cidade de Ocrida.[1][2] Nas fontes do século XI-XII é mencionado como Arcebispado da Bulgária.[3] A Igreja existiu continuamente nos anos de 1018 a 1767, quando foi liquidada de maneira não canônica pelo sultão otomano[4], por insistência do Patriarca Ecumênico Samuel, devido à iminente Guerra Russo-Turca (1768–1774),[5][6] e suas dioceses foram anexadas ao Patriarcado de Constantinopla.[7]

Arcebispado de Ocrida
(Arcebispado de Justiniana Prima e Toda Bulgária)
Св Софија Охрид.JPG
Basílica de Santa Sofia, a Catedral do Arcebispo de Ocrida (séc. XI-XIV).
Fundador Basílio II
Independência 1018 (Estabelecimento)
Reconhecimento Patriarcado de Constantinopla, como Igreja autocéfala (de jure autônoma)
Primaz Arsênio II (último)
Sede Primaz Ocrida, (Atualmente na Macedónia do Norte Macedônia do Norte)
Território Parte dos Balcãs
Posses Nenhuma
Língua Eslavônico, Grego
Adeptos 0
Site
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o arcebispado histórico que existiu de 1018 a 1767. Para Igreja Ortodoxa Autocéfala da Macedônia - Arquidiocese de Ocrida, veja Igreja Ortodoxa Macedônia. Para Arquidiocese Ortodoxa autônoma de Ocrida, veja Arquiepiscopado de Ocrida.
Dioceses do Arcebispado de Ocrida em 1020, de acordo com as Cartas do Imperador Basílio II com os direitos do Arcebispado de Ocrida.

A Arquidiocese Autocéfala de Ocrida foi a ressurreição bizantina do Arcebispado de Justiniana Prima, como uma Igreja para os búlgaros, sérvios e albaneses[8][9] — fundada por Basílio II Bulgaróctono e dissolvida por Mustafá III.[7] O núcleo histórico da Igreja de Ocrida era a região de Cutmichevitsa.[10]

Mitra do Arcebispo de Ocrida. Museu de História Nacional, Sofia.

É o sucessor legal do Patriarcado Búlgaro abolido (Patriarcado de Preslava)[11], mas não é a mesma Igreja, porque depois de uma Assembléia Eclesiástica (Sobor) em Lapseki, em 1235, o antigo Patriarcado Búlgaro foi restaurado por João Asen II da Bulgária como Patriarcado de Tarnovo (Veliko Tarnovo)[1][12][13].

Com base na Diocese da Ráscia, juntamente com outras três antigas dioceses (Lipljan, Prisreno, Sirmio) do Arcebispado de Ocrida, o chamado Patriarcado de Peć foi fundado por Estêvão Uresis IV da Sérvia, em 16 de abril de 1346, numa Assembléia Eclesiástica em Escópia, onde o Arcebispo sérvio, Joanício II, foi elevado a Patriarca.[14] O Arcebispado de Ocrida não foi anexado ao Patriarcado de Peć, mantendo sua autocefalia (autonomia), reconhecendo apenas o primado honorário do Patriarca Sérvio, com cátedra em Peć.[15][16]

De acordo com alguns relatórios, até 1037, o Bispado de Quieve estava subordinada à Sé de Ocrida, e não ao Patriarcado de Constantinopla.[17][18]

ArcebisposEditar

 Ver artigo principal: Lista de primazes de Ocrida

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arcebispado búlgaro de Ocrida

Referências

  1. a b «Глава IV. Болгарская Православная Церковь». Церковно-Научный Центр "Православная Энциклопедия" (em russo). Consultado em 3 de março de 2021 
  2. «Иван Снегаров - Предговор от Иван Божинов». macedonia.kroraina.com. Consultado em 2 de março de 2021 
  3. Bozhilov, Ivan. O arcebispado búlgaro século XI-XII. A lista de arcebispos búlgaros. Sófia, 2011
  4. «Ив. Снегаров, История на Охридската архиепископия-патриаршия. Т. II – Индекс». macedonia.kroraina.com. Consultado em 3 de março de 2021 
  5. «Bulgaria's autocephalous archbishopric in Ohrid – story, told in exhibition». bnr.bg (em inglês). Consultado em 8 de fevereiro de 2021 
  6. «IGREJA E VIDA DA IGREJA NA MACEDÔNIA» 
  7. a b «Литературен свят » История брой 40 май 2012 » БЕЛЕЖИТИ ОХРИДСКИ АРХИЕПИСКОПИ» (em búlgaro). Consultado em 3 de março de 2021 
  8. «Иван Снегаров - История на Охридската Архиепископия, I». macedonia.kroraina.com. Consultado em 8 de fevereiro de 2021 
  9. «P. Petrov, H. Temelski - Cyrkva i cyrkoven zhivot v Makedonija - 2». macedonia.kroraina.com. Consultado em 8 de fevereiro de 2021 
  10. «П. Коледаров, Политическа география на средновековната българска държава. I (681-1018) - Summary». macedonia.kroraina.com. Consultado em 3 de março de 2021 
  11. «Patriarcado Búlgaro». bg-patriarshia.bg. Consultado em 3 de março de 2021 
  12. «Търновската патриаршия - Pravoslavieto.com». www.pravoslavieto.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2021 
  13. Танев, Тихомир (14 de julho de 2017). «Възстановяването на българската патриаршия през 1235 година». Българска история (em búlgaro). Consultado em 2 de março de 2021 
  14. «История на Охр. архиепископия - 3.1.1». macedonia.kroraina.com. Consultado em 3 de março de 2021 
  15. Fine, John V. A.; Fine, John Van Antwerp (1994). The Late Medieval Balkans: A Critical Survey from the Late Twelfth Century to the Ottoman Conquest (em inglês). [S.l.]: University of Michigan Press 
  16. Cirkovic, Sima M. (15 de abril de 2008). The Serbs (em inglês). [S.l.]: John Wiley & Sons 
  17. «Михаил Дмитриевич Приселков - Очерки по церковно-политической истории Киевской Руси X-XII вв.. Скачать книгу бесплатно в электронной библиотеке TheLib.Ru». thelib.ru. Consultado em 3 de março de 2021 
  18. М.в, Первушин (2016). «Информационная война в древней Руси». Вестник славянских культур (3). ISSN 2073-9567. Consultado em 3 de março de 2021