Arena América

Estádio Desembargador José Vasconcelos da Rocha[3], mais conhecido como Arena América[3] é um estádio de futebol de propriedade do América de Natal localizado na Região Metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte.[4] A capacidade prevista é de 25 000 pessoas ao final de sua construção.[5] Inicialmente foi estimado que o estádio seria inaugurado em julho de 2015, ano do centenário do clube,[6] no entanto tal previsão não se concretizou. A diretoria do clube esperava que até dezembro de 2016 a inauguração fosse possível.[2] Quando inaugurado, tendo o primeiro módulo concluído e mais um módulo de arquibancadas móveis, terá capacidade para cerca de 10 000 pessoas.[2]Finalmente, em agosto de 2019, o Corpo de Bombeiros emitiu termo de compromisso que autoriza a inauguração do estádio, marcada para o dia 22 de setembro de 2019.[3] Após a inauguração do primeiro módulo, a diretoria vai iniciar a construção dos camarotes.[3]

Arena América
Arenaamerica.png
Arena América
Nomes
Nome Estádio Desembargador José Vasconcelos da Rocha
Apelido Arena América
Características
Local Parnamirim, Rio Grande do Norte, Brasil
Gramado Bermuda tifton 419[1]
Capacidade 5.000 torcedores
Construção
Data 2013
Custo R$ 7,8 milhões[2]
Inauguração
Data 21 de dezembro de 2019 (amistoso)
5 de janeiro de 2020 (oficial)
Partida inaugural América de Natal 2 x 1 Campinense-PB (amistoso)
América de Natal 4 x 1 Força e Luz (oficial)
Primeiro gol Dione (América de Natal) (amistoso)
Daniel Costa (América de Natal) (oficial)
Proprietário América de Natal
Administrador América de Natal
Arquiteto Ricardo Dantas
Mandante América de Natal

As obras do estádio foram iniciadas em 2012, com o processo de limpeza do terreno e terraplanagem. Em janeiro do ano seguinte, as fundações e a superestrutura do Módulo I de arquibancadas foram iniciadas. Até outubro de 2015 estimava-se que já se houvesse investido 5,1 milhões de reais na obra. Em 2019 a diretoria americana revelou que 7,8 milhões de reais foram investidos.[7] A previsão é que esse custo chegue a 8 milhões de reais na após a conclusão dos camarotes. A arena está localizada no centro de treinamento do América e o estádio ocupa 8 hectares de 22 existentes no CT.[2]

A primeira etapa do estádio foi inaugurada no dia 22 de setembro de 2019, após 6 anos de obras, em um jogo festivo entre Amigos de Souza x Amigos de Moura, que acabou vencido pela primeira equipe pelo placar de 3-2, com o primeiro gol sendo de Bebeto.

O estádio foi inaugurado oficialmente no dia 21 de dezembro de 2019, com o amistoso América-RN x Campinense-PB, que foi vencida pelos donos da casa, pelo placar de 2 x 1, com o primeiro gol sendo marcado pelo meia Dione.

HistóriaEditar

 
Antigo estádio Machadão, era onde o América mandava seus jogos.

Após a demolição do estádio Machadão para dar lugar a Arena das Dunas, o América precisava buscar alternativas para mandar seus jogos, mandando-os principalmente no estádio Nazarenão, localizado no município de Goianinha, a cerca de 45 km da capital do Rio Grande do Norte. O estádio Arena das Dunas, apesar de ser uma alternativa, possui um aluguel caro. Essas circunstâncias foram decisivas para que a diretoria percebesse a necessidade de se construir um estádio próprio.[8][9]

Os torcedoresEditar

Grande parte do dinheiro usado na construção do estádio foi arrecadado de torcedores, cerca de R$ 4,5 milhões foram arrecadados[10] com a venda de cerca de 126 camarotes, custando em torno de 30 mil reais cada.[2] Também foram doados cerca de mil sacos de cimento. O América não teve de se desfazer de nenhum dos seus patrimônios para a construção do estádio.[10]Os torcedores também ajudam com a compra dos pilares que custam R$ 7 mil reais, o torcedor que comprar o pilar vai ter o nome na arena.

Os dirigentesEditar

O presidente do Conselho Deliberativo do América, José Rocha, principal defensor da construção do estádio do clube, disse a seguinte frase a respeito da arena:

Andamento das obrasEditar

A pedra fundamental da construção foi lançada em 2011, as obras do estádio, contudo, só foram iniciadas em 2013.[2][11] Não obstante as paralisações, as ações da obra estão paulatinamente concretizando o chamado "sonho americano". A fase atual da obra está centrada na construção de vestiários, sala para médicos, arbitragem, delegacia de custódia do estádio, dentre outras exigências para liberação futura da Arena.[2][12]

A estádio está com as obras em fase avançada. O campo já foi marcado e o gramado está totalmente plantado. O primeiro módulo do estádio, com capacidade para 5 mil espectadores, está em fase de conclusão, com uma porcentagem equivalente aos 98% em março de 2019

Módulo IIEditar

De acordo com Francisco Sobrinho, vice-presidente de patrimônio e obras do clube, a arena será em formato de "U" e após a finalização do Módulo I, o clube deverá partir para execução imediata do arquibancada do setor leste, no caso o Módulo II. Este módulo será composto de uma arquibancada móvel e terá capacidade para 5 000 pessoas, aumentando assim a capacidade do estádio para 10 000 pessoas.[2]

PilaresEditar

Os pilares dos camarotes da Arena América estão sendo construídos, cada um custa R$7 mil reais e são ao todo 21, até o dia 28 de agosto 14 pilares já tinham sido comprados e 16 no dia 31 do mesmo mês.

Ver tambémEditar

Notas

Referências

  1. Fraiman, Sérgio. «Gramado da Arena América começou a ser plantado». Vermelho de Paixão. Consultado em 2 de setembro de 2015 
  2. a b c d e f g h i Galvão, Klênyo. «Arena América: presente para torcida, sonho está próximo de ser realizado». Globo Esporte. Consultado em 15 de julho de 2015 
  3. a b c d «Bombeiros entregam termo que autorização da Arena América». Consultado em 17 de agosto de 2019 
  4. «Em Parnamirim, obras da Arena América continuam avançando». Globo Esporte. Consultado em 8 de outubro de 2015 
  5. «Sem público para Dunas, América ergue o próprio estádio». Zero Hora. Consultado em 8 de outubro de 2015 
  6. Araújo, Rafael. «Arena América deve ser entregue em julho do próximo ano». Nominuto.com. Consultado em 10 de julho de 2015 
  7. «FOTOS: Confira o estágio atual das obras da Arena América». Globoesporte. Consultado em 10 de janeiro de 2019 
  8. Aquino, Leonardo. «A outra arena de Natal: América-RN ergue estádio para 15 000 torcedores». Placar. Consultado em 2 de setembro de 2015. Arquivado do original em 7 de agosto de 2015 
  9. Douglas, Ney. «América vai tentar renegociar contrato com a Arena das Dunas». Novo Jornal. Consultado em 2 de setembro de 2015 [ligação inativa]
  10. a b Bezerra, Elton. «América de Natal arrecada R$ 4,5 milhões de torcedores para erguer arena». UOL. Consultado em 10 de julho de 2015 
  11. «Obras do estádio do América-RN se iniciarão neste mês». Lance!. Consultado em 17 de julho de 2015 
  12. Araújo, Bruno. «Arena América recebe grama e estádio pode ter partida inaugural ainda em 2015». Portal No Ar. Consultado em 17 de julho de 2015