Ares Shrike 5.56

O Ares Defense Shrike 5.56 é um fuzil de alimentação dupla[nota 1], refrigerado a ar e que pode ser configurado para disparar em configurações semiautomática e automática, utilizando munição 5,56x45mm NATO. O Shrike 5.56 pode ser fornecido como uma arma completa ou como um "kit de aprimoramento de desempenho" para os fuzis e carabinas existentes do tipo M16.[1]

Ares Shrike 5.56
Shrike 5.56mm Belt Fed Upper Receiver.jpeg
Shrike 5.56 com uma bolsa de fita de munição da M249.
Tipo
Local de origem  Estados Unidos
Histórico de produção
Fabricante Ares Defense
Período de
produção
2002–presente
Variantes
  • EXP-1
  • EXP-2
  • 03A
  • Armação ARES-16SPW
  • Ares AAR
  • Ares AAR/C
  • Ares-16 MCR
  • Ares-16 AMG-1
  • Ares-16 AMG-2
Especificações
Peso 3,4 kg
Comprimento 711–1016 mm (28–40") Depende da opção de cano
Comprimento 
do cano
  • 330–508 mm (13–20")
  • 406 mm (16") (padrão)
Cartucho 5,56x45mm NATO
Ação Operada a gás
Cadência de tiro 650–800 disparos por minuto
Sistema de suprimento
  • Carregador STANAG
  • Carregador de tambor de 100 cartuchos Beta C-Mag
  • "Bolsa macia" de 100 ou 200 cartuchos SAW
  • Recipiente de plástico duro de 200 cartuchos SAW
Mira Miras de ferro e trilhos MIL-STD-1913 para a montagem de miras

Visão geralEditar

O Shrike 5.56 possui operação de pistão a gás e um cano de troca rápida com interface de trilho MIL-STD-1913 para a montagem de acessórios. Ele pode usar carregadores padrões do M16 de 30 cartuchos, carregador de tambor de 100 cartuchos Beta C-Mag, "bolsas macias" de 100 ou 200 cartuchos SAW e recipientes de plástico duro para 200 cartuchos SAW. Com peso completo de 3,4 kg, o Shrike 5.56 é mais leve que outras armas automáticas militares, como a metralhadora leve M249 e a Heckler & Koch MG4.[1]

VariantesEditar

O modelo de produção do Shrike emergiu recentemente da fase de desenvolvimento. Existem algumas diferenças notáveis entre o modelo atual e os protótipos mais antigos.

  • EXP-1: O protótipo inicial. Possui um guarda-mão da M249 modificado, um mecanismo de disparo exclusivo e uma trava do cano para remoção rápida derivada do Stoner 63.[2]
  • EXP-2: Este protótipo aprimorado apresentava um novo guarda-mão com trilho Picatinny, um mecanismo de disparo melhorado usando alguns componentes do M16 e uma nova trava do cano semelhante à da metralhadora M60.[2]
  • 03A: O modelo de produção. Possui um sistema compato de gás montado na lateral, diferente dos protótipos anteriores, e seu mecanismo de disparo também é significativamente modificado. Os primeiros experimentos de produção possuíam um guarda-mão circular. Os Shrikes de produção mais recente têm um guarda-mão com trilho Picatinny. A trava do cano e alguns outros componentes são semelhantes aos do EXP-1.[2]
  • Armação ARES-16SPW: Esta armação foi projetada pela Ares especificamente para o sistema do Shrike. É idêntica à armação MIL-SPEC do M16, exceto que a abertura para o carregador é cortada para economizar espaço. Shrikes montados nessa armação podem apenas usar carregadores de caixa da M249 com munições ligadas, mas eles têm um perfil vertical menor.[2]
  • Ares AAR: Infantry Automatic Rifle leve para apoio de esquadrão. Possui cano de troca rápida, coronha retrátil, suporte para miras MIL-STD-1913 e guarda-mão com interface de trilho e sistema de Cabo-Bipé USMC. Utiliza carregadores de 30 e 100 cartuchos e pode ser configurado pelo usuário para operar em alimentação dupla (fita e carregador) em minutos com o módulo de alimentação por fita opcional.[2]
  • Ares AAR/C: Infantry Automatic Rifle ultra-compacto para suporte de esquadrão. Possui um cano de troca rápida, coronha rebatível, suporte para miras MIL-STD-1913 e guarda-mão com interface de trilho. Utiliza carregadores de 30 e 100 cartuchos. O design compacto maximiza a portabilidade e manuseio desmontado.[2]
  • Ares-16 MCR: Variante de assalto alimentada por carregador.[3]
  • Ares-16 AMG-1: Variante de metralhadora leve alimentada por fita.[3]
  • Ares-16 AMG-2: Variante de metralhadora leve alimentada por fita e carregador.[3]

Notas

  1. A arma pode ser alimentada por fita ou carregador. Não confundir com a pane de dupla alimentação, comum em armas de fogo.

Referências

Ligações externasEditar