Aristóbulo Deambrossi

futebolista argentino

Aristóbulo Luis Deambrossi (Belén de Escobar, 19 de junho de 1917 - 12 de setembro de 1995) foi um futebolista argentino.

Aristóbulo Deambrossi
Nascimento Aristóbulo Luis Deambrosi
19 de junho de 1917
Belén de Escobar
Morte 12 de setembro de 1995
Belén de Escobar
Cidadania Argentina
Ocupação futebolista

Deambrossi foi um dos maiores ídolos do River Plate,[1] onde jogou de 1935 e 1946. Ganhou cinco campeonatos argentinos no período,[1] em 1936, 1937, 1941, 1942, 1945. Ponteiro, integrou o início da formação do celebrado elenco conhecido como La Máquina que o River teve na década de 1940. Compensava com velocidade e grande habilidade em adentrar na área adversária o fato de não ser corpulento, mas foi perdendo lugar na equipe titular após a ascensão de Félix Loustau e Juan Carlos Muñoz.[1]

Curiosamente, poderia ter se consagrado também no arquirrival Boca Juniors: era o técnico do elenco auriazul vice-campeão da Taça Libertadores da América de 1963 para o Santos de Pelé.[2]

Referências

  1. a b c "Aristóbulo Deambrossi", El Gráfico especial número 27, "100 Ídolos de River", novembro de 2010, pág. 63
  2. "Copa Libertadores da América - Todas as finais", Anuário Placar 2004, Editora Abril, págs. 394-405
   Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.