Arnaldo de Bréscia

monge italiano e revolucionário religioso
(Redirecionado de Arnoldo de Brescia)

Arnaldo de Bréscia (Bréscia, 1090 ou 1105? — Roma, 1155), também conhecido por Arnoldo da Brescia, ou simplesmente por Arnaldus foi um monge católico e reformador religioso discípulo de Pedro Abelardo.[1] Ele exigiu que a Igreja renúncia seu direito de ter propriedade e participou da fracassada Comuna de Roma.

Arnaldo de Bréscia
Nascimento 1100
Bréscia
Morte 18 de junho de 1155
Roma
Ocupação monge
Religião Igreja Católica
Causa da morte forca
Execução de Arnaldo de Bréscia em Roma, 1155

Exilado pelo menos três vezes ao longo da vida, ele foi eventualmente capturado e enforcado por ordens do Papado, tendo seu corpo posteriormente queimado e suas cinzas jogadas no rio Tibre. Apesar dele ter falhado como reformador e líder político, seus ensinamentos sobre pobreza apostólica ganhou proeminência após sua morte entre os "Arnoldistas" e também com os valdenses e os fraticellis.[2] Muitos o colocam como um dos precursores da Reforma Protestante.[3]

Referências

  1. Niccolini, Giovanni Battista (1846). Arnold of Brescia: a tragedy. London: [s.n.] 
  2. A vida de Arnoldo depende das fontes escritas por Otto de Freising e um capítulo de John de Salisbury no livro Historia Pontificalis.
  3. Rosalind B. Brooke. The Coming of the Friars (1974).

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arnaldo de Bréscia
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.