Abrir menu principal

Arquidiocese Maior de Trivandrum

Arquidiocese Maior de Trivandrum
Archidiœcesis Trivandrensis Syrorum Malankarensium
Localização
País Índia
Dioceses sufragâneas Marthandom, Mavelikara, Pathanamthitta
Estatísticas
Área 1 500 km²
Informação
Rito oriental
Criação da diocese 11 de junho de 1932
Elevação a arquidiocese 10 de fevereiro de 2005
Governo da arquidiocese
Arcebispo Baselios Cleemis
Jurisdição Arquidiocese Maior
Contatos
Página oficial syromalankara.org

A Arquidiocese Maior de Trivandrum (Archidiœcesis Trivandrensis Syrorum Malankarensium) é uma arquidiocese oriental católica e sede da Igreja Católica Siro-Malancar. Esta circunscrição eclesiástica está situada em Thiruvananthapuram (Índia) e foi fruto da separação da Diocese de Trivandrum, de rito romano. Seu atual Arcebispo Maior é Baselios Cleemis e seu bispo-auxiliar Joseph Konnath. Sua é a Catedral de Santa Maria.

HistóriaEditar

O Cristianismo chegou à Índia com São Tomé, segundo origens lendárias. Assim, surgem os Cristãos de São Tomé, que manteriam o rito oriental.

O Catolicismo chegou à região pelos missionários portugueses e europeus ao serviço do Padroado português, em especial de São Francisco Xavier. Já no século XX, o bispo de Quilon, Luís Maria Benziger, O.C.D. reiniciou forte evangelização do povo local.

Em 1926 o Sínodo Episcopal realizado em Parumala autorizou o Monsenhor Ivanios Giorgio Tommaso Panickerveetil a entrar em negociações com a Santa Sé para uma reunião com a Igreja Católica Romana sob a condição expressa de que a antiga e venerável tradição oriental da Igreja Siro-Malancar fosse conservada e mantida intacta. O Papa Pio XI graciosamente aceitou as condições e festejou o reencontro. Assim, em 1930, foram ordenados os primeiros sacerdotes pela tradição siro-malancar.

Em 1932, Mar Ivanios Giorgio Tommaso Panickerveetil fez a sua visita a Roma e o Papa Pio XI investiu-o com o manto do Pálio Sagrado, tornando-o arcebispo. Pela Constituição Apostólica "Christo Pastorum Principi", de 11 de junho de 1932, foi estabelecido a Hierarquia Católica Siro-Malancar, compreendendo a Eparquia de Trivandrum e a Eparquia de Tiruvalla.

Em 1937, pela bula papal In Ora Malabarica, é eregida a Diocese de Trivandrum, com o rito romano, divergente da Arquidiocese de Trivandrum, que segue o rito oriental.

Em 10 de fevereiro de 2005, a Arquidiocese foi elevada a Arquidiocese Maior sui iuris, como sinal de reconhecimento da autonomia especial da Igreja Siro-Malancar, e seu arcebispo foi elevado a Arcebispo Maior. Por isso, a Arquidiocese de Trivandrum tornou-se Primaz e sede da Igreja Católica Siro-Malancar.

PreladosEditar

Arcebispos de TrivandrumEditar

Arcebispos Maiores de TrivandrumEditar

FontesEditar