Artístone

Artístone foi uma esposa de Dario I da Pérsia, e se tornou a principal esposa após Dario haver repudiado Atossa, a filha de Ciro. Segundo Heródoto, Artístone também era filha de Ciro, porém James Ussher considera que Heródoto errou, e que Artístone era a bíblica Ester.

Artístone
Nascimento século VI a.C.
Morte século V a.C.
Progenitores
Cônjuge Dario I
Filho(s) Arsames, Gobrias, Arsames, Artazostre
Irmão(s) Atossa, Roxane (filha de Ciro II), Esmérdis, Cambises II
Ocupação aristocrata
Título princesa
Religião zoroastrismo

BiografiaEditar

Dario, logo após ter se tornado rei do Império Aquemênida, casou-se com várias nobres, duas filhas de Ciro, Atossa e Artístone, uma filha de Esmérdis, filho de Ciro, chamada Parmis, e a filha de Otanes, que havia descoberto que Esmérdis havia sido morto e que um mago estava se passando por ele. Atossa havia sido casada com Cambises II, porém Artístone era virgem.[1]

Artístone, filha de Ciro, foi a esposa preferida de Dario, e deu a ele dois filhos, Arsames [2] e Góbrias,[3] e uma filha, Artozostre.[4] Dario fez uma imagem de ouro de Artístone.[2]

Artístone é citada como Irtašduna nos Arquivos da Fortificação de Persépolis, e foi uma das mulheres mais influentes na corte aquemênida.[4]

Identificação com EsterEditar

James Ussher identifica Artístone com a bíblica Ester.

Por esta identificação, Assuero/Dario recebeu a virgem Ester/Artístone como esposa no ano 518 a.C., mas só consumou o casamento em 514 a.C., no ano do 19o jubileu, quando ela foi feita rainha no lugar de Vasti/Atossa. O fato de Heródoto ter feito Artístone filha de Ciro pode ser ou porque Heródoto não conhecia tudo sobre a genealogia dos persas, ou porque os próprios persas ocultaram de Heródoto o nome de Ester.[5]

Outra evidência da identificação Assuero = Dario foi que, no ano 495 a.C., houve uma taxação na Jônia, por Artafernes, governador de Sárdis, logo após a frota fenícia ter conquistado as ilhas do Mar Egeu para os persas. O rei Assuero «(...) impôs tributo à terra e às ilhas do mar.» (Ester 10:1-3), e o único rei dos reis que poderia se enquadrar é Dario, pois seu filho Xerxes I perdeu as ilhas para os gregos com a paz de Antalcidas.[5]

Referências

  1. Heródoto, Histórias, Livro III, Tália, 88 [pt] [el] [el/en] [ael/fr] [en] [en] [en] [es]
  2. a b Heródoto, Histórias, Livro VII, Polímnia, 69 [pt] [el] [el/en] [ael/fr] [en] [en] [en] [es]
  3. Heródoto, Histórias, Livro VII, Polímnia, 72 [pt] [el] [el/en] [ael/fr] [en] [en] [en] [es]
  4. a b Jona Lendering, Artystone [em linha]
  5. a b James Ussher, The Annals of the World [em linha]