Abrir menu principal

Arturo Sosa Abascal

(Redirecionado de Arturo Sosa)
Arturo Sosa Abascal, S.J.
Presbítero da Igreja Católica
Superior Geral da Companhia de Jesus
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Congregação Companhia de Jesus
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 14 de outubro de 2016
Predecessor Pe. Adolfo Nicolás, S.J.
Mandato 2016 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 1977
Dados pessoais
Nascimento Caracas,  Venezuela
12 de novembro de 1948 (69 anos)
Nacionalidade venezuelano
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Arturo Sosa Abascal (Caracas, Venezuela, 12 de novembro de 1948) é um jesuíta, Superior-geral da Companhia de Jesus desde outubro de 2016.

Em 14 de outubro de 2016, foi eleito para ocupar o cargo de superior da Companhia de Jesus, pela 36ª Congregação Geral[1].

Trata-se da primeira pessoa não nascida na Europa a ser eleita para o cargo de superior da Companhia de Jesus. Além do espanhol, também fala italiano e inglês, e entende o idioma francês.[2].

Índice

OrigensEditar

Foi o primogênito de uma família com seis filhos. Seu pai, em 1958, integrou a Junta de Governo que se instalou depois da queda de da ditadura do General Marcos Pérez Jiménez e, entre 1982 e 1984, foi Ministro da Fazenda, quando o presidente era o social-cristão Luis Herrera Campins[3].

BiografiaEditar

Em 1972, obteve licenciatura em filosofia pela Universidade Católica Andrés Bello.

Entre 1979 e 1996, foi diretor da Revista SIC.

Entre 1979 e 1985, foi coordenador do apostolado social.

Entre 1985 e 1994, foi diretor do Centro Gumilla (um centro de investigação e ação social). Nessa época, foi um defensor da tentativa de golpe de Estado de 1992, liderada por Hugo Chávez, esteve vinculado a diversos grupos de extrema-esquerda, fazia trabalho de base em comunidades carentes, escrevia panfletos e se opôs intensamente às reformas econômicas do governo de Carlos Andrés Pérez. Posteriormente, seria um crítico do chavismo[3].

Entre 1990 e 1996, foi integrante do Conselho Fundacional da Universidade Católica Andrés Bello.

Entre 1993 e 1995, foi coordenador de Investigações da Fundação Rômulo Betancourt.

Em 1994, obteve o doutorado em Ciências Políticas, pela Universidade Central da Venezuela.

Entre 1996 e 2004 foi Superior Provincial na Venezuela.

Desde 1998, passou a integrar o Conselho do Supurior Geral da Companhia de Jesus.

Em 2004, foi professor visitante no Centro para Estudos da América Latina da Universidade de Georgetown (Washington, Estados Unidos).

Entre 2004 e 2014, foi Reitor da Universidade Católica de Táchira[4].

Em 2014, passou a exercer um cargo na Curia da Companhia de Jesus em Roma, como representante para a Santa Sé e para as casas e obras interprovinciais em Roma, como a Pontifícia Universidade Gregoriana, o Pontifício Instituto Bíblico, o Pontifício Instituto Oriental e o Observatório do Vaticano[5].

Obras publicadasEditar

  • Entre 1975 e 1983, foi articulista do El Nacional.
  • "La filosofía política del gomecismo: estudio del pensamiento de Laureano Vallenilla Lanz." (1974);
  • "Democracia y dictadura en la Venezuela del siglo XX" (1979);
  • "Colonia y Emancipación en Venezuela" (1979);
  • "Ensayos sobre el pensamiento político positivista venezolano" (1985);
  • "Estudio introductorio y compilación La segunda independencia de Venezuela: compilación de la columna Economía y Finanzas del Diario Ahora 1937-1939" (1992);
  • "El programa nacionalista: izquierda y modernización 1937-1939" (1994);
  • "Rómulo Betancourt y el Partido Mínimo: 1935-1937" (1995);
  • "Rómulo Betancourt y el partido del pueblo 1937-1941" (1995)[4].
Precedido por
Adolfo Nicolás
Superior Geral da Companhia de Jesus
2016
Sucedido por
Em funções

Referências