Abrir menu principal

Ascarina

género de plantas
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAscarina
Ascarina polystachya
Ascarina polystachya
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Chloranthales
Família: Chloranthaceae
R.Br. ex Lindl., 1821
Género: Ascarina
J.R.Forst. & G.Forst., 1775
Espécies
  • 12 espécies

O gênero Ascarina J.R.Forst. & G.Forst., 1775 comprende 12 espécies de arbustos ou pequenas árvores e pertence à família Chloranthaceae. Sua espécie tipo é A. polystachya J.R.Forst. & G.Forst., 1775.

Ascarina geralmente são espécies das florestas nubladas tropicais que requerem alta umidade e chuvas regulares para prosperar. O nome vem do verme Ascaris; as anteras da flor da Ascarina assemelham-se a forma do citado verme. A maioria das espécies é dioica, produz flores unissexuais, masculinas ou femininas em plantas separadas. Entretanto, a Ascarina lucida, a única espécie na Nova Zelândia, é monoica.[1]

O número cromossômico básico para o gênero é n=13,[2] embora algumas espécies tenham n=14.[3] A morfologia do cromossomo é semelhante ao da Chloranthus.[2]

DescriçãoEditar

Com as características gerais da família Chloranthaceae.

DistribuiçãoEditar

O gênero distribui-se pelas ilhas do oceano Pacífico, desde a Nova Zelândia e o arquipélago das Marquesas até Bornéu; uma espécie morfologicamente isolada em Madagáscar.

UsosEditar

O uso das espécies é bastante limitado, como plantas ornamentais, especialmente em suas regiões de origem..

SinonímiaEditar

Táxons específicos incluídosEditar

Nova Caledônia
Madagáscar
Nova Zelândia, ilhas Kermadec
Ilha Bougainville, ilhas Cook, Novas Hébridas, Samoa, ilhas Salomão, arquipélago de Bismarck, Nova Guiné
Arquipélago das Marquesas
Filipinas (Luzon)
Arquipélago da Sociedade
Arquipélago da Sociedade
n = c. 14; 2n = 26; Nova Caledônia
2n = 26; Nova Caledônia
Arquipélago da Sociedade
Novas Hébridas, Fiji

ReferênciasEditar

  1. Moore, Lucy B. (1977). «The flowers of Ascarina lucida Hook. f. (Chloranthaceae)» (pdf). New Zealand Journal of Botany. 15: 491–494 
  2. a b Okada, Hiroshi (1995). «Karyological studies of four genera of the Chloranthaceae». Plant Systematics and Evolution. 195 (3-4): 177–185. doi:10.1007/BF00989294 
  3. Carr, Gerald D.; Gordon McPherson (1986). «Chromosome numbers of New Caledonian plants». Annals of the Missouri Botanical Garden. 73 (2): 486–489. doi:10.2307/2399127 
  • Todzia, C.A. 1993. Chloranthaceae. Em: Kubitzki, K., Rohwer, J.G. & Bittrich, V. (Editores). The Families and Genera of Vascular Plants. II. Flowering Plants - Dicotyledons. Springer-Verlag.

Ligações externasEditar