Ashita no Joe

Ashita no Joe (あしたのジョー Ashita no Jō?), conhecido nos Estados Unidos como Tomorrow's Joe, é um manga de boxe escrito por Ikki Kajiwara e ilustrado por Tetsuya Chiba, publicado entre 1968 e 1973 na revista Weekly Shonen Magazine da Kodansha.

Ashita no Joe
あしたのジョーAshita no Jō
Ashita no Joe.jpg
Logótipo da série.
Informações gerais
Gêneros Esporte, drama
Mangá
Escrito por Ikki Kajiwara
Ilustrado por Tetsuya Chiba
Editoração Kodansha
Revistas Weekly Shōnen Magazine
Demografia Shōnen
Período de publicação 1 de Janeiro de 1968 – 13 de Maio de 1973
Volumes 20
Anime
Direção Osamu Dezaki
Roteiro Osamu Dezaki
Estúdio de animação Mushi Production
Emissoras de televisão originais Fuji Television
Período de exibição 1 de dezembro de 1970 29 de Setembro de 1971
Episódios 79
Filme
Ashita no Joe: Gekijōban
Direção Mizuho Nishikubo
Roteiro Shun'ichi Yukimuro
Data de lançamento 8 de março de 1980
Data de lançamento mundial 8 de março de 1980
Anime
Ashita no Joe 2
Direção Toshio Takeuchi
Roteiro Tadaaki Yamazaki
Estúdio de animação Tokyo Movie Shinsha
Emissoras de televisão originais Nippon Television
Período de exibição 13 e Outubro de 1980 31 de Agosto de 1981
Episódios 47
Filme
Ashita no Joe 2
Direção Osamu Dezaki
Estúdio de animação Tokyo Movie Shinsha
Data de lançamento 4 de Julho de 1981
Data de lançamento mundial 4 de Julho de 1981
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

SinopseEditar

Danpei Tange é um boxeador frustrado. Largou os ringues quando perdeu a visão de um dos olhos, e desistiu de ser treinador quando foi traído por seu discípulo. Desde então, vive uma vida de miséria, andando com mendigos e enchendo a cara o dia inteiro.

Um dia, chega à cidade onde mora Tange, um jovem. Violento, orgulhoso, aproveitador e mentiroso, Joe Yabuki arranja brigas, trapaceia, rouba e mente. No entanto, sua força e agilidade em suas brigas de rua despertam a atenção de Danpei, que vê em Joe o potencial para se tornar um grande boxeador, talvez até mesmo um campeão.

É aí que começa Ashita no Joe, a saga de Joe Yabuki para deixar de ser um simples marginal e se tornar um grande campeão do boxe. De início a contragosto, Joe se recusa a treinar com Danpei, mas tudo muda quando entram em sua vida a bela Yoko Shiraki e o valente Rikiishi Tohru, aquele que se tornaria o grande rival de Joe até o fim da série.

Ashita no Joe marcou época no Japão. Quando do fim do mangá, milhares de jovens japoneses se mobilizaram numa passeata em homenagem à história. Além disso, o personagem foi utilizado em diversas campanhas políticas do povo, ilustrando a força de vencer de um jovem da periferia rumo a um destino, embora glorioso, cheio de obstáculos e preços a serem pagos.

Ele também insipirou Masami Kurumada, famoso mangaká, a criar "Ring ni Kakero", que também se tornou um sucesso.

PersonagensEditar

Joe Yabuki (矢吹 丈 Yabuki Jō)

O protagonista da história. Um campeão da FPOB e 4º no ranking mundial. Ele é conhecido por sua longa franja sempre vestindo um casaco bege desgastado e uma tampa plana vermelho. Não muito tempo após o nascimento, já esteve em muitos orfanatos e instalações. No entanto, ele logo se cansou da vida monótona e frequentemente escapava.

Joe é rude e rápido para lutar, mas ele também pode ser muito frívolo, às vezes. Por causa de sua educação áspera ele é um delinquente que gosta de sua solidão, mas depois cresce e começa a apreciar seus novos amigos e rivais. Ele não é muito bom para entender as mulheres, e, essencialmente, apenas trata-as agradavelmente. Com a morte de Rikiishi, ele sofre temporariamente e não consegue acerta a têmpora, mas mais tarde ele supera isso. Isto lhe permite mover-se após a perda de Rikiishi.

Ele é um peso-galo e suas especialidades incluem o Cross-counter e a postura Sem-Guarda. Ele tem uma força extraordinária, força e espírito de luta, muitas vezes fica de pé depois de levar golpes críticos. Depois de sua luta com Rikiishi, ele começa a desenvolver melhor a sua guarda. Em diversas ocasiões, foi sugerido que ele estava se dirigindo para o campeonato do mundial, não para seu próprio bem, mas pelo amor de Rikiishi desde que ele morreu lutando contra Joe, que ele considerava um futuro candidato ao título. Durante sua luta com José, ele mesmo inconscientemente usa o próprio soco saca-rolhas de José contra ele. Após um combate muito bem orquestrado Joe perde por decisão, antes de ouvir o resultado, Joe se senta no canto e falece, indo finalmente encontrar Rikiishi e lutarem mais um vez. Devido a esse fato ocorreram mudanças na quantidade de rounds passando de 15 rounds para apenas 12 rounds, pois a longa duração da luta e a Síndrome do Punho-Bêbado auxiliaram para a morte precoce de Joe Yabuki um dos maiores ícones da cultura pop dos animes, desde sua época de lançamento até os dias atuais.

RivaisEditar

Wolf Kanagushi (ウルフ金串 Urufu Kanagushi)

A fim de obter um reconhecimento rapidamente, Joe se torna alvo do campeão galo

alo, Wolf Kanagushi. Wolf era um lutador confiante e impetuoso que foi facilmente provocado por Joe em uma briga, que terminou em nocaute duplo. Esta notícia acabou levando ao público exigindo uma luta entre eles, onde Wolf acabou derrotado. Ele se tornou um bandido que foi derrotado devido a sua mandíbula fraca, e depois pegou dinheiro emprestado de Joe depois de reacender sua amizade. Até o final da série ele finalmente o paga de volta e apoia Joe em sua última partida, torcendo ativamente.

Carlos Rivera (カーロス・リベラ)

O ex-6 no ranking WBC Bantamweight. Lutou contra Joe Yabuki antes de sua luta pelo título WBC. Foi derrotado por K.O. na primeira rodada por Jose Mendoza. Aparentemente ele ainda estava fraco depois da luta com Joe e foi revelado depois sua derrota, depois de uma longa carreira ele larga os ringues após sofrer uma fratura no crânio que o deixa com danos cerebrais permanentes.

Harimau

Um cara selvagem, analfabeto, vindo de uma tribo da Malásia que só estava interessado em lutas emocionantes e por chocolate, e desafiou Joe pelo título da FPOB. A partida foi orquestrada por Youko para reacender o espírito selvagem de Joe.

Jose Mendoza

O campeão perfeito que nunca tinha perdido, lutou muito bem e era admirado por todos. Ele tem um grande cuidado com a saúde e a família, e é constantemente calmo e confiante, dando uma aura de ser verdadeiramente imbatível. Um tema recorrente é a sua imensa força física, a ponto de deixar grandes hematomas no corpo de Joe, forçando-o facilmente em um aperto de mão, e até mesmo dobrar moedas com os dedos. Ele só se rompe a partir durante os últimos estágios de sua luta com Joe, onde ele perde sua confiança pelo espírito incansável de Joe. Mendoza foi derrubado pela primeira vez em sua carreira durante a luta. Ele ganha a luta por decisão, logo após o combate, ele fica totalmente diferente, como se sua juventude fosse drenada.

AdaptaçõesEditar

Ashita no Joe teve dois episódios pilotos produzidos no final do ano de 1969, sequenciado por um anime de 79 episódios, produzido pela Mushi Production entre 1 de abril de 1970 a 29 de setembro de 1971 e dirigido por Osamu Dezaki.

Durante os anos de 1980, recebeu uma segunda temporada de 47 episódios, produzido Tokyo Movie Shinsha.

Em 2011, foi adaptado em um filme live-action, estrelado pelo popular ator/cantor Tomohisa Yamashita como Joe Yabuki e Yusuke Iseya como Rikiishi.

InfluênciasEditar

Quando os fãs da série viram a morte de Rikiishi, houve um funeral especial para ele. Em março de 1970, cerca de 700 pessoas lotaram as ruas vestidos de preto, usando braçadeiras negras e fitas com flores e incenso, participaram do funeral. O evento foi solicitado pelo poeta Shuji Terayama. O serviço foi realizado em um ringue de boxe em grande escala vigiado por um sacerdote budista.

Joe Yabuki ainda é favorito na cultura pop japonesa até os dias atuais. Em 13 de outubro de 2006, ele foi eleito o "japonês favorito TV Anime" sendo colocado em 4 de 100 entre várias celebridades.


Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ashita no Joe