Abrir menu principal
Atenágoras de Atenas
Nascimento 133
Atenas
Morte 190 (57 anos)
Atenas
Cidadania Grécia romana
Ocupação filósofo, teólogo, escritor
Religião Igreja Ortodoxa

Atenágoras de Atenas (ca. 133190), viveu nos fins do século II d.C. Apologista cristão, que aparentemente nasceu e viveu em Atenas.[1] Apresentou uma apologia em prol do cristianismo ao imperador Marco Aurélio. Ali ele defende o cristianismo e suas práticas, e ataca as religiões pagãs, sobre tudo quanto ao seu politeísmo. Descobriu noções monoteístas em diversos poetas e filósofos gregos e nisso, apresentou um argumento a priori, em favor da existência de Deus. Tratando sobre a ressurreição dos mortos, ele combinou idéias religiosas e filosóficas. Naturalmente, Platão o influenciou fortemente, pelo que sua fé religiosa geralmente foi apropriada de falar a não-cristãos, que sabiam algo das idéias de Platão e apreciavam a grandeza de seus conceitos.

EscritosEditar

  • Legatio pro Cristianis (apelo em favor dos Cristãos)
  • De Resurrectione (Sobre a Ressurreição).

Ligações externasEditar

BibliografiaEditar

GILSON, Etienne. A Filosofia Na Idade Média. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1995. ATENÁGORAS. Petição em Favor dos Cristãos. 2ª ed. Trad. Ivo Storniolo, Euclides M. Balancin. Rev. Honório Dalbosco. São Paulo: Paulus, 1995. _____. Sobre a Ressurreição dos Mortos. 2ª ed. Trad. Ivo Storniolo, Euclides M. Balancin. Rev. Honório Dalbosco. São Paulo: Paulus, 1995.

  1. Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia, Vol. I de R.N Champlin, Ph.D