Augusto Frederico Markus

político brasileiro
Augusto Frederico Markus
Nascimento 15 de julho de 1890
Morte 11 de novembro de 1977 (87 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação político

Augusto Frederico Markus (Estrela, 15 de julho de 1890Estrela, 11 de novembro de 1977) foi um empresário, tabelião, coronel da Guarda Nacional (Brasil) e político brasileiro. Foi o último intendente e três vezes prefeito de Estrela.[1]

Possui uma avenida em Estrela, nomeada pela Lei 1.817, de 9 de setembro de 1983, no Bairro das Indústrias, onde se localizam grandes empresas industriais junto ao Porto Fluvial de Estrela.[1]

Sua filha, Lucy, foi casada com o presidente Ernesto Geisel.[1]

ComércioEditar

Iniciou como comerciante, nas décadas de 1910-1920, com casa comercial na Picada Varanda. Em 7 de setembro de 1920, foi eleito conselheiro municipal pelo Partido Republicano Rio-grandense, com mandato de 12 de outubro de 1920 a 15 de outubro de 1924, período no qual foi 1º secretário da Mesa..[1]

CargosEditar

Foi Coronel da Guarda Nacional e tabelião.[1]

PolíticaEditar

Em 15 de agosto de 1928, foi eleito intendente, administrando Estrela de 15 de outubro de 1928 a 17 de dezembro de 1930, perdendo este título, mas prosseguindo no governo com o título de prefeito nomeado, até 29 de outubro de 1934. Retornou a ser nomeado prefeito, de 14 de julho de 1945 a 19 de novembro de 1945 e, numa terceira administração, de 1 de março de 1946 a 9 de dezembro de 1947.[1]

TabelionatoEditar

Em pleno exercício como prefeito, foi nomeado pelo decreto n.º 4.999, de 8 de junho de 1932, assinado pelo interventor Flores da Cunha, para o ofício de tabelião do Registro de Imóveis de Estrela, vitaliciamente.[1]

SociedadesEditar

Sua filiação e graduação na Maçonaria lhe trouxe vantagens e apoio em suas realizações. Foi primeiro presidente do Rotary Club de Estrela, fundado em 10 de março de 1949, e presidente da Sociedade Ginástica Estrela (SOGES), em 1940 e 1946.[2]

Referências

  1. a b c d e f g «Dicionário de Estrela». Estrela-rs.com.br. Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  2. «Ex-presidentes do SOGES». Soges.com.br. Consultado em 12 de dezembro de 2010