Aurora (mitologia)

Aurora (em latim: Aurora, em grego: Αουρόρα), na mitologia romana é uma titânide e uma deusa do amanhecer. Aurora é equivalente à deusa Eos da mitologia grega e à deusa hindu Ushas.[1][2]

Aurora
Aurora Greek Goddess.jpg
Aurora, deusa da manhã, e Titono, Príncipe de Troia. Por Francesco de Mura
Cônjuge(s) Titono
Grego equivalente Eos

Nas histórias romanas, Aurora renovava-se todas as manhãs ao amanhecer e voava pelos céus anunciando a chegada do amanhecer.

Aurora é filha dos titãs Hiperião e Teia[3], tendo como parentes seus dois irmãos, o Sol, divindade solar (equivalente a Hélio na mitologia grega) e Luna, a deusa da lua (equivalente a Selene, na mitologia grega). Também tinha muitos maridos e quatro filhos, os ventos Norte, Leste, Oeste e Sul, um dos quais foi morto.[4]

Um de seus maridos era Titono, a quem ela havia inicialmente tomado como amante. Aurora pediu a Júpiter para conceder a imortalidade a Titono, no entanto, deixou de pedir-lhe a juventude eterna. Como resultado, Titono acabou envelhecendo eternamente.

Alusões na literaturaEditar

Alusões na pinturaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Vaan, Michiel de (31 de outubro de 2018). Etymological Dictionary of Latin and the other Italic Languages (em inglês). [S.l.]: Leiden · Boston, 2008. 63 páginas. ISBN 9789004167971 
  2. Mallory, J. P.; Adams, D. Q. (24 de agosto de 2006). The Oxford Introduction to Proto-Indo-European and the Proto-Indo-European World (em inglês). [S.l.]: OUP Oxford. 409 páginas. ISBN 9780199287918 
  3. HESÍODO: Teogonia 2, 371-374.
  4. Parramon i Blasco 1997, p. 218.
  5. ALIGHIERI, Dante: Divina Comédia II, 9; IX, 1.
  6. «Romeo and Juliet Allusion» (em inglês) 
  Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Aurora (mitologia)