Aves do terror

(Redirecionado de Ave do terror)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAve do Terror ou Ave Terrível
Reconstituição do craneo de Phorusrharcos
Reconstituição do craneo de Phorusrharcos
Estado de conservação
Pré-histórico (Cenozoico)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Aves
Famílias
Gastornithidae

Phorusrhacidae

Dromornithidae?

Ave do terror é uma tradução literal para "Terror Birds", denominação comum (sem autoridade taxonômica) de diversas aves carnívoras pré-históricas que viveram entre 60 milhões e 2 milhoẽs de anos atrás.

São classificadas nas ordens Gastornithiformes e Cariamiformes, e são descritas como aves predadoras de grande massa corporal e incapazes de voar. Seu porte variava entre 1,5 e 3 metros de altura, possuíam bicos enormes recurvados e com bordas cortantes, próprios para destrinchar a carne de suas presas, patas fortes e bem desenvolvidas (o que indica que eram excelentes corredoras) e asas atrofiadas, em algumas espécies com garras. Nas duas ordens em que se classificam, as aves do terror, elas se agrupam também em duas famílias (uma em cada ordem): Gastornithidae (da ordem Gastornithiformes) e Phorusrhacidae (da ordem Cariamiformes). Os gastornitídeos viveram na América do Norte e Europa no início do período Paleogeno (Paleoceno e Eoceno) e tem por espécie-tipo Gastornis sarasini, seus parentes vivos mais próximos são os Anseriformes, ou seja os patos, gansos e cisnes; já os forusracídeos viveram nas Américas (embora tenham se originado na América do Sul e depois teriam migrado para o norte) durante o período Neogeno (Mioceno e Plioceno) e tem por espécie-tipo Phorusrharcos longissimus, tinham estrutura mais leve e esguia que os gastornitídeos e seus parentes vivos mais próximos são as modernas seriemas, pertencentes a mesma ordem que os forusracídeos, a ordem Cariamiformes.

A maior espécie, Kelenken guillermoi, fora descoberta na Argentina e, segundo especialistas, poderia ultrapassar os três metros de altura, pesando algo entre 160 e 230 kg.

Na Austrália foram encontradas fosseis de grandes aves não-voadoras cuja morfologia se assemelha um pouco as aves do terror. Tais aves foram classificadas na família Dromornithidae, porém a maioria dos paleontólogos não as consideram aves do terror, muitos nem mesmo as consideram como sendo carnívoras, embora ainda não existam evidências de qual seria a alimentação de tais aves.

Sistemática e taxonomiaEditar

A família Phorusrhacidae (da ordem dos Gruiformes) é considerada como sendo as "verdadeiras aves do terror". Segundo Alvarenga e Höfling (2003), ela esta subdividida em 5 subfamílias, contendo 14 géneros e 18 espécies:[1]

 
Da esquerda para a direita, e em comparação com o tamanho do Homem, aves dos géneros: Kelenken, Phorusrhacos, Titanis e Gastornis

Galeria: Aves do TerrorEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Alvarenga, Herculano M.F.; Höfling, Elizabeth (2003). «Systematic revision of the Phorusrhacidae (Aves: Ralliformes)». Papéis Avulsos de Zoologia. 43 (4): 55–91 
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.