Bandeira de Chipre

A Bandeira do Chipre (em grego: σημαία της Κύπρου simea tis Kipru; em turco: Kıbrıs bayrağı) é um dos símbolos oficiais do Chipre. A bandeira apresenta um desenho da ilha inteiro, com dois ramos de oliveira abaixo (um símbolo de paz) em branco (outro símbolo de paz). Os ramos de oliveira significam a paz entre os turcos e os gregos. O mapa da bandeira é em uma cor laranja-cobre, simbolizando os grandes depósitos de minério de cobre na ilha.

Bandeira do Chipre
Bandeira do Chipre
Aplicação
Proporção 3:2
Adoção 16 de agosto de 1960
Criador İsmet Güney
Tipo Nacionais

A bandeira é notável por não ser particularmente apreciada pelos cipriotas gregos ou turcos; o ex-presidente Glafcos Clerides descreveu-a como "a bandeira mais inocente do mundo", porque "ninguém morreria por ela".[1]

DescriçãoEditar

Seu desenho consiste em um retângulo de proporção largura-comprimento de 3:2 de fundo branco. No centro há um mapa de toda a ilha na cor ouro por cima de dois ramos de oliveira.

No projeto de agosto de 1960, a cor do mapa é de cobre (Pantone 144-C). Tanto o ramo como as duas folhas de oliveira são verde-oliva (Pantone 336-C). O fundo é branco com a proporção de 3:5. Em abril de 2006 o desenho foi atualizado, a forma dos ramos de oliveira foi ligeiramente alterada, a sua cor foi alterada para Pantone 574, a cor de cobre do mapa foi alterada para Pantone 1385 e a proporção foi alterada para 3: 2.[2][3]

As bandeiras produzidas no Chipre muitas vezes diferem das especificações originais, tanto em relação ao tamanho do mapa quanto às cores usadas. O governo anunciou em outubro de 2005 que tomaria medidas para assegurar que apenas as bandeiras que cumprissem as especificações oficiais fossem produzidas.[4]

CriaçãoEditar

Antes da independência do país, era usada no Chipre uma bandeira com uma bandeira do Reino Unido no cantão, como era o caso de muitas colônias britânicas. A bandeira atual foi adotada em 16 de agosto de 1960 após escolha do desenho em um concurso realizado no mesmo ano, sob os Acordos de Londres e Zurique, pelos quais uma constituição foi elaborada e o Chipre foi proclamado um estado independente. Os desenhos propostos não poderiam incluir a cor azul (cor predominante da bandeira da Grécia), nem vermelha (cor predominante da bandeira da Turquia), nem deveriam conter elementos que remetessem aos grupos étnico-religiosos da ilha como a cruz cristã, ou a crescente islâmica.

A bandeira foi projetada pelo professor de arte İsmet Güney.[5] A bandeira contem deliberadamente símbolos pacíficos e neutros na tentativa de indicar a harmonia entre as comunidades gregas e turcas rivais, um ideal que ainda não foi realizado. Em 1963, as comunidades cipriotas turcas e cipriotas gregas separaram-se por causa da violência intercomunitária cipriota. O projeto foi escolhido por Makarios III, o primeiro Presidente da República, com o consentimento de Fazil Küçük, o primeiro vice-presidente.

UsoEditar

Sob a constituição de Chipre, a bandeira pode ser usada por instituições estatais, empresas públicas e cidadãos do país. Cidadãos particulares podem levar a bandeira de Chipre ao lado da bandeira grega, da bandeira da Turquia ou de ambos.

Apesar da tentativa de ser um design neutro, para promover a unidade entre as comunidades constituintes, esta bandeira é mais frequentemente usada apenas pelos cipriotas gregos, uma vez que é associada pelos cipriotas turcos à República do Chipre, dominada pelos gregos. Após a invasão turca de Chipre e o estabelecimento da autodeclarada República Turca do Norte de Chipre, os cipriotas turcos utilizam a bandeira de Chipre do Norte.

Proposta de bandeira nacional unificadaEditar

 
  Bandeira proposta por Kofi Annan para a República Unida do Chipre.

Sob os termos do referendo publicamente rejeitado Plano Annan para Chipre, uma proposta das Nações Unidas para resolver a questão cipriota, uma nova bandeira nacional teria sido adotada por uma reconstituída república confederada de Chipre. Ao contrário da atual bandeira oficial, esta versão incorpora conscientemente cores que representam a Grécia (azul) e a Turquia (vermelho) ao lado de uma grande faixa amarelo-cobre para o Chipre. É possível que qualquer acordo futuro em Chipre inclua a adoção de uma nova bandeira.

Bandeiras HistóricasEditar

CuriosidadeEditar

A representação de seu próprio mapa político em seu estandarte faz com que a bandeira do Chipre seja uma das únicas bandeiras nacionais do mundo a apresentar essa configuração. Tal desenho também pode ser visto, por exemplo, na bandeira do Kosovo.[6]

Referências

  1. Yorgancioglu, Cemal (2016). Nationalisms and the International Conjuncture: the case of Cyprus, 1945-1964 (PDF). Nicosia: [s.n.] 
  2. «Presidency of the Republic of Cyprus - The Flag». www.presidency.gov.cy 
  3. «Cyprus». www.worldstatesmen.org. 
  4. Christou, Jean. «The schizophrenic flag». Cyprus Mai 
  5. Evripidou, Stefanos (25 de maio de 2009). «Cyprus flag designer dies». Cyprus Mail 
  6. www.fireflymedia.cz. «Todas as bandeiras de países do mundo». www.bandeirasnacionais.com. Consultado em 11 de outubro de 2021 
  Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.