Abrir menu principal

Bandeira do estado do Rio de Janeiro

(Redirecionado de Bandeira de Rio de Janeiro)
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a bandeira do estado. Para a bandeira da cidade e capital deste estado, veja Bandeira da cidade do Rio de Janeiro.
Bandeira do
estado do Rio de Janeiro
Bandeira do estado do Rio de Janeiro
Aplicação
Proporção 7:10
Adoção 5 de outubro de 1965
Cores
  Azul celeste
  Branco
Descrição Campo esquartelado de branco e azul celeste, carregado ao centro com o brasão do Estado ocupando 5/7 da altura.
Tipo estaduais

A bandeira do estado do Rio de Janeiro é um dos símbolos oficias do estado brasileiro do Rio de Janeiro[1].

HistóriaEditar

Foi instituída pela lei estadual nº 5.588, de 5 de outubro de 1965 para a utilização a uma cor, e com as cores oficiais, conforme disposto na citada Lei. O autor do projeto do brasão e da bandeira foi o Dr. Alberto Rosa Fioravanti, a pedido do então Governador do Estado, o General Paulo Torres.

Bandeiras anterioresEditar

Durante o período do Império no Brasil, a então província do Rio de Janeiro utilizava um pavilhão náutico, bem semelhante à atual, porém sem um brasão e com o retângulo superior esquerdo em azul, de maneira informal.

Após a criação do estado do Rio de Janeiro com a constituição de 1891, foi aproveitada a antiga bandeira provincial, com mudança na posição dos quartos azuis e brancos, e com a adição do brasão estadual.

Até 1937, quando o Governo Vargas proibiu simbologias estaduais através da Constituição de 1937, o Rio de Janeiro utilizou bandeira e brasão bastante similares, conforme descrito na legislação do brasão do estado do Rio de Janeiro. No ano de 1947, após a edição de nova constituição estadual e a autorização para o uso de símbolos por estados e municípios pela Constituição de 1946, retorna a antiga bandeira a uso, até o ano de 1965, com a edição da supracitada lei, que regulamentou e regularizou o uso daquele pavilhão.

Ver tambémEditar

Referências

  1. ALVES. Derly Halfeld. Bandeiras: nacional, históricas e estaduais. Brasília. Edições do Senado Federal, 2011. ISBN 978-85-7018-358-3.
  Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.