Abrir menu principal
Batalha de Awazu
Guerras Guenpei
Toyoharu Awazu.jpg
Pintura em madeira da Batalha de Awazu feita por Utagawa Toyoharu por volta de 1760
Data 21 de fevereiro de 1184
Local Awazu, Província de Ōmi
Desfecho Vitória de Minamoto no Yoshitsune
Beligerantes
Sasa Rindo.svg Clã Minamoto Sasa Rindo.svg Clã Minamoto
Comandantes
Minamoto no Yoshitsune,
Minamoto no Noriyori
Minamoto no Yoshinaka,
Imai Kanehira
Forças
10.000 – 20.000 homens 9.000 – 16.000 homens

A Batalha de Awazu foi uma Batalha das Guerras Genpei que ocorreu entre duas frações do Clã Minamoto.

AntecedentesEditar

Determinado a punir seu primo rebelde Minamoto no Yoshinaka em Kyoto, Minamoto no Yoritomo enviou seu irmãos Minamoto no Yoshitsune e Minamoto no Noriyori que estavam em Kamakura atacá-lo. Acabaram encontrando Yoshinaka em Uji, então o perseguiram até Awazu, próximo da atual Ōtsu, Província de Ōmi, a leste de Kyoto [1].

Yoshinaka procurou resistir pela última vez depois de fugir dos exércitos de seus primos. A razão para que Yoshinaka fosse perseguido dessa forma por Yoritomo era uma disputa que havia entre os dois ramos sobre o controle do Clã Minamoto, Quando pequeno, seu pai Minamoto no Yoshikata, foi assassinado e seu domínio passou para o controle de Minamoto no Yoshihira em uma briga intra-familiar. Yoshihira procurou matar Yoshinaka também, mas este fugiu para Kiso, na Província de Shinano (atual Província de Nagano ) para a proteção do Clã Nakahara [2]. Depois da Batalha de Kurikara ganha por Yoshinaka. Este ao volta a Kyoto ficou irritado ao descobrir que o Imperador Go-Shirakawa estava beneficiando seu primo desafeto Yoritomo. Yoshinaka então estendeu seu controle militar sobre a cidade, queimando o Palácio Hōjūji, e sequestrado o Imperador obrigando-o a conceder-lhe o título de Shogun [3].

A BatalhaEditar

Durante a perseguição Yoshinaka uniu-se a seu companheiro e irmão de leite Imai no Kanehira em Seta; Kanehira dividia o comando das tropas com Yoshinaka e também contou com a participação de sua esposa Tomoe Gozen, que foi uma das onna bugeisha (女武芸者 , "mulher samurai"?) mais conhecidas da historia japonesa [4].

Com vantagem numérica Yoshitsune se lança sobre seus inimigos assim que avistados. Cabe notar que nesta batalha o exercito de Yoshinaka lutou ferozmente, resistindo ao numeroso exercito de milhares de homens de Noriyori até a morte, entre eles o próprio Yoshinaka, que foi flechado após seu cavalo cair em um campo de arroz. Quando Kanehira percebeu que seu irmão fora morto, realizou o seppuku saltando de seu cavalo enquanto enfiava a espada em sua própria boca [5]. Com relação a Tomoe Gozen algumas versões dizem que faleceu na batalha e outras que escapou durante a batalha e voltou para sua casa na Província de Shinano [3].

Nesse momento, o exército rebelde é destruído, agora Yoritomo teria o respaldo do Imperador enclausurado Go-Shirakawa, e daria passos na reunificação das frações Minamoto centrando seu objetivo de derrotar os Taira.

Referências

  1. Tony Jaques (2007). Dictionary of Battles and Sieges (em inglês). Westport: Greenwood Publishing Group. p. 1226. ISBN 9780313335372 
  2. Stephen Turnbull (1998). The Samurai Source Book (em inglês). Londres: Arms & Armour Press. pp. 55 a 66. ISBN 9781854093714 
  3. a b Stephen Turnbull (2008). The Samurai Swordsman. Master of War (em inglês). Clarendon, Vermont: Tuttle Publishing. pp. 142 – 144. ISBN 9784805309568 
  4. George Sansom (1958). A History of Japan to 1334 (em inglês). Stanford, California: Stanford University Press. p. 296. ISBN 9780804705233 
  5. Stephen Turnbull (2012). Samurai Commanders. 940-1576 (em inglês). [S.l.]: Osprey Publishing,. p. 16. ISBN 9780804705233 
  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Guerras Genpei (1180 a 1185)
1ª Uji - Nara - Ishibashiyama - Fujikawa - Sunomatagawa - Yahagigawa - Hiuchi - Kurikara - Shinohara - Mizushima - Fukuryūji - Muroyama - Hōjūjidono - 2ª Uji - Awazu - Ichi-no-Tani - Kojima - Yashima - Dan no Ura