Abrir menu principal
Batalha de Baghuz Fawqani
Guerra Civil Síria
Campanha de Deir ez-Zor
Battle of Baghuz (2019).svg
Parte da Campanha Deir ez-Zor (2017–19), o conflito sírio-islâmico (2013 – presente) e a intervenção liderada pelos americanos na guerra civil síria.
Data 9 de fevereiro23 de março de 2019
Local Al-Baghuz Fawqani, província de Deir Zor,
Síria
Desfecho Vitória das Forças Democráticas Sírias
Beligerantes
Forças Democráticas Sírias (FDS)
Batalhão Internacional da Liberdade

CJTF–OIR

 Iraque (fronteira)


 Síria
Flag of the Islamic State of Iraq and the Levant2.svg Estado Islâmico do Iraque e do Levante
Comandantes
Mazlum Kobane (chefe comandante das FDS) Flag of the Islamic State of Iraq and the Levant2.svg Abu Bakr al-Baghdadi (líder da EIIL)
Forças
FDS:
15 000 combatentes

Coalizão:
Suporte aéreo, artilharia e forças especiais
4 000 - 5 000 combatentes
Baixas
65 mortos[1] 570 mortos e +5 000 capturados[2]

A Batalha de Baghuz Fawqani foi uma ofensiva das Forças Democráticas Sírias (FDS) lideradas pelos curdos, assistida pelos forças americanas através de ataques aéreos da coalizão, artilharia, e pessoal das forças especiais, que começou em 9 de fevereiro de 2019 como parte da Campanha de Deir ez-Zor da Guerra Civil Síria. A batalha, composta por uma série de ataques terrestres, ocorreu em torno da cidade síria de Al-Baghuz Fawqani, no vale médio do rio Eufrates, perto da fronteira entre o Iraque e a Síria, e foi considerada a última posição territorial do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) no leste da Síria.[3][4]

Depois de cercar o Estado Islâmico em um aglomerado densamente povoado de vilarejos e uma tent city ao longo da primeira semana, a FDS reconheceu que um número maior do que o previsto de civis, em sua maioria parentes dos combatentes estrangeiros da EIIL, ainda estava no enclave. Com a supervisão da Coalizão, as FDS adotaram uma abordagem incremental para a batalha, lançando violentos ataques, em seguida, pausando para permitir que combatentes, reféns e famílias abandonassem a missão, a fim de minimizar as baixas civis. A estratégia de "trickle-out", juntamente com a resistência rígida e fanática dos veteranos jihadistas da EIIL dentro de uma área pequena mas densa, prolongou a batalha para um cerco prolongado.[5] As FDS declararam oficialmente a vitória final sobre o Estado Islâmico em Baghuz Fawqani em 23 de março de 2019.[6]

Ao longo de 1 mês e 2 semanas de guerra, mais de 850 pessoas morreram (dentre essas, 216 civis) e mais 9000 combatentes da EIIL se renderam e foram capturados e interrogados.[7][8][9]

Referências

  1. 19 mortos (9-13 de fevereiro),[1] 32 mortos (16 de fevereiro-16 de março),[2], 14 mortos (19 de março),[3] total de 65 mortos reportados
  2. CNN, Ben Wedeman, Hande Atay Alam and Ben Westcott. «Thousands of ISIS troops surrender amid attack on final stronghold in Syria». CNN 
  3. Hermes (15 de fevereiro de 2019). «ISIS militants mount desperate last stand in 1-sq-km 'caliphate'». The Straits Times. Consultado em 24 de março de 2019 
  4. «The International Coalition continues its attack with the SDF on the last 4 square km remained for the organization that is collapsed almost completely amid fears for the lives of the citizens remaining in the area». The Syrian Observatory for Human Rights. 17 de fevereiro de 2019. Consultado em 24 de março de 2019 
  5. «SDF attack Islamic State group's Syria enclave Baghuz». BBC. 10 de março de 2019. Consultado em 24 de março de 2019 
  6. «US-allied Syrian force declares victory over Islamic State». The Washington Post. 23 de março de 2019. Consultado em 24 de março de 2019 
  7. «In conjunction with the continued full blackout on Baghuz camp's massacre in which 200 ISIS families were killed by Coalition strikes, renewed demands by SOHR to open an independent investigation about it». Syriahr. 22 de março de 2019. Consultado em 24 de março de 2019 
  8. «Bloody battle for last Isis territory nears end in Syria». The Independent. 12 de fevereiro de 2019. Consultado em 24 de março de 2019 
  9. «Thousands of ISIS troops surrender amid attack on final stronghold in Syria». CNN. Consultado em 24 de março de 2019 
  Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.