Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Batcave foi um clube noturno em Londres, Inglaterra, na 69 Dean Street, Soho, no centro de Londres. É considerado ser o local de origem da subcultura gótica inglesa do sul da Inglaterra, que já havia sido estabelecida no norte, particularmente em Leeds, Manchester e em Belfast.[1]

Sendo um dos mais famosos locais de encontro para os primeiros góticos, emprestou o termo "batcaver" usado para descrever os fãs de rock gótico e dark wave. O termo Batcave também é usado pelos europeus para se referirem à música gótica com um som proeminente pós-punk com atmosferas sombrias.

HistóriaEditar

O bar abriu em julho de 1982 especializando-se em new wave e glam rock, mais tarde focou-se no pós-punk e rock gótico.

Ollie Wisdom, o vocalista da banda da casa, Specimen, dirigia o bar com a ajuda de Hugh Jones.

Regulares da casa incluiam-se músicos e bandas como Bauhaus, Robert Smith, Siouxsie Sioux, Steve Severin, Foetus, Marc Almond, Nick Cave e Vinnie Jones.[2]

  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Moloney, Eugene (16 de dezembro de 1983). «The Irish News». Belfast Underground Clubs. The Irish News Ltd 
  2. name="Lowey"