Abrir menu principal

Índice

CançãoEditar

"Ben Adam" (alfabeto hebraico: בן אדם, (tradução portuguesa: "Ser humano", literalmente "Filho de Adão" = "Filho do Homem") foi a canção que representou Israel no Festival Eurovisão da Canção 1988, interpretada em hebraico por Yardena Arazi. Foi a oitava canção a ser interpretada na noite do festival, a seguir à canção neerlandesa "Shangri-La", interpretada por Gerard Joling e antes da canção suíça "Ne partez pas sans moi", a vencedora da competição, interpretada pela cantora canadiana Celine Dion. A canção israelita terminou em

AutoresEditar

  • Letrista: Ehud Manor
  • Compositor: Boris Dimitstein
  • Orquestrador: Eldad Shrem


LetraEditar

A canção fala-nos da banalidade da humanidade, com Arazi cantando que "nenhum homem é perfeito em todas virtudes" e diz aos seus ouvintes "não o julguem sempre pelo pior". Com isto em mente, ela exorta os seus ouvintes para que "deixem-no sonhar e deem-lhe respiração" que é assim que se trata toda a gente/todo o mundo com dignidade. Musicalmente, a canção ficou melhor conhecida pelo coro final. Começando num slow tempo, a canção culminará numa conclusão rápida.

Fontes e ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia possui o
Portal da Música

  "Ben Adam", canção de Israel no Festival Eurovisão da Canção 1988.