Abrir menu principal

Carlos Alberto de Sousa Rosado, conhecido como Betinho Rosado (Mossoró, 23 de dezembro de 1948) é um político brasileiro. É filho de Jerônimo Dix-Sept Rosado Maia, que foi prefeito de Mossoró e governador do Rio Grande do Norte.

Formado em Agronomia e Economia, com mestrado em Economia Rural, foi Secretário do Trabalho e Ação Social no Rio Grande do Norte entre 1991 e 1994, durante o governo de José Agripino Maia. Em 1994, elegeu-se deputado federal pelo PFL, sendo reeleito em 1998, 2002, 2006 (sempre pelo PFL) e 2010 (pelo DEM). Voltou a trabalhar no governo estadual em 2003, quando assumiu a Secretaria da Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia, passando a comandar a pasta de Educação, Cultura e Desporto em 2004[1].

A Lei da Ficha Limpa alcançou Betinho Rosado na desaprovação de suas contas à frente da secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Norte. Essa pendência o torna inelegível. Então de forma estratégica para continuar na política, ele colocou seu filho como candidato a deputado federal e o mesmo foi eleito.

Tentou se candidatar a vereador em 2016 mas teve sua candidatura rejeitada em primeira e segunda instância no TRE.

Deixou o DEM em 2013, filiando-se ao PP[2].

Em 20 anos como deputado Federal lançou quatro projetos na Câmara dos deputados tendo um desses aprovado.

Referências

  1. Conheça os deputados - Betinho Rosado. Câmara dos Deputados
  2. Partidos perdoam infidelidade no troca-troca. Congresso em Foco, 10 de outubro de 2013

Ligações externasEditar