Bhujimol

O abugida bhujimol (ou Bhujinmol, Devanagari: भुजिमोल ou भुजिंमोल) é a forma mais antiga de escritas do Nepal. É também uma das variedades mais comuns do alfabeto do Nepal.[2]

Bhujimol
Tipo Abugida
Línguas Newar, sânscrito
Sistemas-pais
Escrita Bhujimol, em folha de palmeira MS do Devimahatmya, Bihar ou Nepal, século XI.

A escrita Bhujimol foi usada para escrever newar e sânscrito.

São relacionas ao bhujimol as escritas ranjana e pracalit.

EtimologiaEditar

 
Bhujimol comparado com outras escritas do Nepal

O termo bhujinmol significa "cabeça de mosca", das palavras do Nepal Bhasa "bhujin", que significa "mosca doméstica", e "mol", que significa "cabeça". A "cabeça" é a linha horizontal que é colocada acima de cada letra, e Bhujimol se refere à sua forma arredondada.[carece de fontes?]

Descobertas recentesEditar

 
Gráfico de letras vogais da escrita Bhujimol, com Devanagari e correspondências latinas

Em 2003, um tijolo foi descoberto em Chabahil, durante a reconstrução da Estupa de Chabahil, com inscrições em brahmi e em bhujimol: na parte superior está inscrito Cha Ru Wa Ti em brahmi, e Cha Ru Wa Ti Dhande / He Tu Pra Bha em escrita bhujimol. Existem suásticas nas duas extremidades da parte superior e um chacra no meio. O tijolo mede 35,5 cm x 23 cm x 7 cm e pesa 8,6 & kg. O tijolo pode datar do século III a.C..[carece de fontes?]

A inscrição mais antiga conhecida no Vale de Catmandu data do século VI e está em Changu Narayan. A inscrição é interpretada como uma referência a Charumati, filha do imperador Açoca.

Referências

  1. Masica, Colin (1993). The Indo-Aryan languages. [S.l.: s.n.] p. 143 
  2. Lienhard, Siegfried (1992). Songs of Nepal: An Anthology of Nevar Folksongs and Hymns. New Delhi: Motilal Banarsidas. ISBN 81-208-0963-7. Page 2.

Ligações externasEditar