Bigo Live

Bigo Live é uma plataforma de transmissão ao vivo de propriedade da BIGO Technology, com sede em Cingapura,[1][2][3] fundada em 2014 por David Li e Jason Hu. Em 2019, a BIGO Technology se tornou propriedade da Joyy, uma empresa chinesa listada na NASDAQ.[4][5]

Bigo Live
Bigo live tv logo.webp
Tipo de sítio Transmissão ao vivo
Proprietário(s) BIGO Technology
Cadastro Sim
Idioma(s) 18 idiomas
Usuários 400 milhões
Lançamento março de 2016 (6 anos)
Endereço eletrônico www.bigo.tv
Estado atual Ativo

A BIGO Technology desenvolveu uma inteligência artificial proprietária e aprendizado de máquina integrado ao aplicativo. Os recursos de IA servem para o aprimoramento do envolvimento e da experiência do usuário durante a transmissão ao vivo.[6]

Os telespectadores podem apoiar seus transmissores favoritos com presentes, e alguns muito populares usam o aplicativo para trabalho em tempo integral.[7] A Bigo é dona do Likee, um aplicativo de criação e compartilhamento de vídeos curtos.[8][9][10]

HistóriaEditar

David Li foi jornalista antes de entrar na indústria de tecnologia e Jason Hu trabalhou em muitas empresas do segmento antes de fundar a BIGO Technology. Em 2014, a Bigo foi fundada em Cingapura. Em março de 2016, foi lançado o Bigo Live.[11] Ele está disponível para iOS e Android.

Em abril de 2016, o Bigo Live foi o aplicativo com mais downloads na Tailândia

Em dezembro de 2018, o Bigo Live chegou a 26,7 milhões de usuários ativos por mês. 

Em março de 2019, a JOYY Inc., empresa listada na NASDAQ, concluiu a aquisição da BIGO Technology.[12]

Em novembro de 2019, os usuários ativos mensais de seus aplicativos chegaram a mais de 350 milhões em todo o mundo.[13]

Em março de 2020, ficou em 6º lugar nos Estados Unidos e em 5º no mundo entre os aplicativos de streaming mais baixados, com base na receita total de compras no aplicativo.[14]

Em maio de 2020, o Bigo Live firmou parceria com a Bark, uma solução de segurança online, para a segurança das crianças online.[15]

Em dezembro de 2020, o Bigo Live fez parceria com o The Trevor Project, a maior organização mundial de combate ao suicídio e intervenção em crises para jovens LGBTQ.[16]

No início de 2021, o Bigo Live possuía 400 milhões de usuários em mais de 150 países.[17]

RecursosEditar

As pessoas podem fazer transmissões ao vivo de seus momentos de vida, revelar seus talentos e receber presentes virtuais de seguidores.

Os usuários podem assistir às transmissões ao vivo do momento e filtrar os transmissores de um determinado país na página de exploração. Os que cumprem certos critérios podem criar as próprias famílias. 

Os usuários podem transmitir e assistir às transmissões ao vivo de jogos populares, como PUBG, League of Legends, RoV, Free Fire, Fortnite, Call of Duty, Dota 2, Hearthstone, Rules of Survival, entre outros.

Tornou-se o patrocinador do Box Fighting Championship em 2020.[19]

Os usuários podem convidar amigos para uma chamada de vídeo online 1: 1 ou criar uma chamada de vídeo em grupo ou chamadas de vídeo com até 9 pessoas através da sala de vários convidados.

Com a função de correspondência, os usuários podem iniciar uma conversa aleatória com pessoas próximas ou conhecer novos amigos.

Filtros de vídeo e adesivos estão disponíveis para emissoras.

  • Live PK

Os transmissores podem encarar desafios PK com outras pessoas, quem conseguir mais pontos de atração será o vencedor do jogo.

  • Bar

Os usuários podem compartilhar fotos e vídeos curtos, adicionar hashtags às suas publicações no bar, onde eles costumam postar clipes e capturas de tela de suas transmissões ao vivo.

ControvérsiasEditar

Em junho de 2020, o governo da Índia baniu o Bigo junto com 58 outros aplicativos chineses, alegando questões de dados e privacidade e declarou que era uma ameaça à soberania e segurança nacional do país.[20] Os conflitos de fronteira em 2020 entre a Índia e a China também podem ter influenciado a proibição.[21][22]

Em julho de 2020, o Paquistão baniu o Bigo e deu uma advertência ao TikTok e ao YouTube sobre conteúdos imorais, obscenos e vulgares. A Autoridade de Telecomunicações do Paquistão disse que o conteúdo das dois aplicativos poderia causar "efeitos extremamente negativos na sociedade em geral e na juventude em particular", sem dar mais detalhes.[23] A Autoridade de Telecomunicações do Paquistão anunciou o levantamento da proibição em 30 de julho de 2020.[24]

Em 13 de junho de 2021, o Departamento de Investigação Criminal (CID) da Polícia de Bangladesh prendeu cinco pessoas, incluindo o Gerente de Operações de Bangladesh, um chinês, acusado de lavagem de dinheiro e chantagem. Eles foram acusados segundo a Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro, Lei de Segurança Digital e Lei de Prevenção da Pornografia.[25]

Referências

  1. «Why young Indians are live streaming on social media?». BBC News (em inglês). 5 de agosto de 2019 
  2. «BIGO TECHNOLOGY PTE. LTD.». www.bigo.sg. Consultado em 2 de novembro de 2021 
  3. «Video app TikTok's India download ban worries wider tech industry». Reuters (em inglês). 17 de abril de 2019 
  4. «China's YY eyes overseas live streaming with $1.45B Bigo buyout». TechCrunch (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2020 
  5. «YY Announces Completion of Acquisition of Bigo». ir.yy.com (em inglês). Consultado em 5 de julho de 2020 
  6. «How Bigo Live Is Using AI/ML To Customise & Showcase User-Generated Video Content» 
  7. «Apps you've never heard of that your teen is already using». CNN (em inglês). 25 de julho de 2019 
  8. «Video app TikTok's India download ban worries wider tech industry». Reuters (em inglês). 17 de abril de 2019 
  9. «Likee launches Independence Day campaign for Indians across the globe». The Asian Age. 13 de agosto de 2019 
  10. «Aam Aadmi Party turns to Likee to connect with Indian youth». Deccan Chronicle. 26 de setembro de 2019 
  11. «Forget Snapchat, this app is the next big thing with teenagers in Southeast Asia». techinasia.com 
  12. «YY completes Bigo acquisition to expand overseas reach». Technode 
  13. «Singapore-based Likee, led by a former factory worker, is gaining ground on TikTok». South China Morning Post 
  14. «2020: The Year of Streaming». Apptopia. 7 de abril de 2020. Consultado em 13 de maio de 2020 
  15. Marketers Media. «BIGO LIVE Partners With Bark Technologies « MarketersMEDIA – Press Release Distribution Services – News Release Distribution Services» (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2021 
  16. «Today's News». www.dcpsych.org. Consultado em 10 de fevereiro de 2021 
  17. Magzter. «BIGO LIVE: A GROWING SENSATION IN AN INDUSTRY WITH A BIG APPETITE». www.magzter.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2021 
  18. Bigo Live. «Bigo Live Blog» 
  19. Yahoo News. «BIGO Live Kicks Off Game Streaming in The U.S as The Official Sponsor and Live Streaming Partner for Fortnite Box Fighting Championship». ph.news.yahoo.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2021 
  20. Shrivastava, Rahul (29 de junho de 2020). «TikTok, Shareit, UC Browser among 59 Chinese apps banned by India as border tensions simmer in Ladakh». India Today (em inglês). Consultado em 21 de junho de 2020 
  21. «India bans 59 Chinese apps including TikTok, Helo, WeChat». The Economic Times. 3 de julho de 2020 
  22. «Full list of 59 Chinese apps banned by Indian govt». ThePrint. 29 de junho de 2020 
  23. «Pakistan Warns Chinese TikTok, Blocks Singaporean Bigo Live App». TheDiplomat. 21 de julho de 2020 
  24. Pakistan Telecommunication Authority lifts ban on Bigo Live PR Newswire, 1 August 2020
  25. "The Business Standard", 13 June 2021