Bill Nighy

Ator e dublador britânico

William Francis Nighy (Caterham, Surrey, 12 de dezembro de 1949), mais conhecido por Bill Nighy é um ator e dublador britânico. Conhecido por seu trabalho no cinema, televisão e no teatro, ele recebeu inúmeros prêmios, incluindo dois BAFTAs , um Globo de Ouro e indicações ao Oscar e ao Tony.

Bill Nighy
Bill Nighy
Bill Nighy em 2020.
Nome completo William Francis Nighy
Nascimento 12 de dezembro de 1949 (74 anos)
Caterham, Surrey, Inglaterra
Nacionalidade britânico
Ocupação Ator, dublador
Atividade 1981-presente
Globos de Ouro
Melhor Ator em Minissérie/Filme para TV
2007 - Gideon's Daughter
Prémios BAFTA
Melhor Ator Coadjuvante
2004 - Love Actually

Nighy começou sua carreira no Everyman Theatre, em Liverpool, e fez sua estreia em Londres no Royal National Theatre, começando com a peça The Illuminatus! em 1977. Lá, ele foi aclamado por seus papéis em Pravda (1985), Betrayal (1991), Arcadia (1993) e The Seagull (1994). Recebeu uma nomeação ao prêmio Laurence Olivier de melhor ator por sua atuação em Blue/Orange em 2001. Ele fez sua estreia na Broadway em The Vertical Hour (2006), e, em 2015, foi indicado em Tony de melhor ator em uma peça.

O ator iniciou seus trabalhos no cinema no fim dos anos de 1970 e no decorrer da década seguinte. Posteriormente, apareceu em Still Crazy (1998) e Blow Dry (1999), antes de ter seu papel de destaque em Love Actually (2003), que lhe rendeu o BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante.[1] Ele logo ganhou reconhecimento por interpretar Davy Jones na série de filmes Piratas do Caribe (2006-2007)[2] e Viktor na franquia Underworld (2003-2009).[3] Outros filmes incluem Shaun of the Dead (2004), The Hitchhiker's Guide to the Galaxy (2005), The Constant Gardener (2005), Notes on a Scandal (2006), Hot Fuzz (2007), Valkyrie (2008), Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 1 (2010), The Best Exotic Marigold Hotel (2012), About Time (2013), Emma (2020) e Living (2022); este último rendeu-lhe sua primeira indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Ator.[4]

É portador da Contratura de Dupuytren, moléstia hereditária que causa-lhe a contração dos dedos das mãos.[5]

Filmografia editar

Premiações editar

Globo de Ouro

BAFTA

  • 1 vez eleito Melhor Ator Coadjuvante (Simplesmente Amor): 2003
  • 1 vez indicado a Melhor Ator (Living): 2023

MTV Movie Awards

  • 1 vez indicado a Melhor Vilão (Piratas do Caribe: O Baú da Morte): 2006

Critics' Choice Awards

Referências

  1. «2004 Film Actor in a Supporting Role». BAFTA Awards. Consultado em 27 de janeiro de 2023 
  2. Halloran, Amy (6 de dezembro de 2022). «Pirates Of The Carribean's Davy Jones On His Hilariously Sad Costume». ScreenRant (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2023 
  3. «RT Interview: Bill Nighy talks Underworld: Rise of the Lycans» (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2023 
  4. «Oscar Nominations 2023: 'Everything Everywhere' Leads With 11 Nods, Followed by 'Banshees' and 'All Quiet'». Variety (em inglês). 24 de janeiro de 2023. Consultado em 27 de janeiro de 2023 
  5. Farndale, Nigel (8 de fevereiro de 2015). «Bill Nighy: 'I'm greedy for beauty'». the Guardian (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2023 

Ligações externas editar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre Bill Nighy:
  Categoria no Commons
  Base de dados no Wikidata
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.