Bonfiglio de Oliveira

Bonfiglio de Oliveira (Guaratinguetá, 27 de setembro de 1894Rio de Janeiro, 16 de maio de 1940) foi um compositor e trompetista brasileiro. Foi contemporâneo de Pixinguinha e compôs choros, marchas e valsas[1].

Flamengo - Música de Bonfiglio, datada de 1931.
Bonfiglio de Oliveira
Informação geral
Nascimento 27 de setembro de 1894
Local de nascimento Guaratinguetá,  São Paulo,  Brasil
Morte 16 de maio de 1940 (48 anos)
Gênero(s) choro, valsa
Instrumento(s) Trompete, Contrabaixo

Biografia editar

Foi eleito um dos melhores trompetistas do mundo, por críticos europeus. Seu primeiro instrumento é o bumbo, que aprende a tocar ainda criança. Tem aulas de trompete com o maestro local e, por volta de 1906, começa a tocar na banda da qual seu pai é contrabaixista. Também integra a banda do colégio em que estuda. Recebe as primeiras lições de composição e regência e logo assume a direção do conjunto colegial. Em homenagem ao diretor da escola, escreve sua primeira composição, o dobrado Padre Frederico Gióia.

Conclui os estudos na cidade de Piquete, São Paulo, onde monta uma banda com a qual excursiona por cidades vizinhas. Por volta de 1912, convidado pelo maestro Lafaiete Silva (c. 1878-c.1940) para integrar a orquestra do Cinema Ouvidor, muda-se para o Rio de Janeiro. Frequenta as rodas de choro da cidade e passa a morar na Pensão Viana, o conhecido casarão do pai de Pixinguinha, com quem Bonfiglio estabelece profunda amizade.

Em 1913, integra o conjunto Choro Carioca, do qual também fazem parte Pixinguinha (1897-1973) e Candinho do Trombone (1879-1960). Com o grupo, grava a valsa “Rosecler” e a polca “Guará”, ambas de sua autoria. Toca contrabaixo e trompete em orquestras de cinema e teatro, e integra a Orquestra da Sociedade de Concertos Sinfônicos. Frequenta o Conservatório Musical do Rio de Janeiro, do qual se torna professor de trompete. Também atua em diversos grupos e ranchos carnavalescos, como Grupo do Caxangá, União da Aliança, Ameno Resedá e Recreio das Flores.

Em 1922, integra com Pixinguinha a jazz-band Oito Batutas, com a qual excursiona pela Argentina. Toma parte da Companhia Negra de Revistas e da Ba-Ta-Clan Preta, trupes formadas por artistas negros. Em 1933, viaja para Portugal com a jazz-band da Companhia Tro-Lo-Ló. No ano seguinte, sua marchinha “Carolina”, parceria com Hervé Cordovil (1914-1979), é sucesso no carnaval. Igualmente exitosos são o samba “Mariana”, com letra de Lamartine Babo (1904-1963), e a marcha “Onde Você Mora”, composta com Valfrido Silva (1904-1972). Compõe canções baseadas em motivos populares para a trilha do filme O Jovem Tataravô (1936), de Luís de Barros (1893-1981).

Apresenta-se na Itália, França e Espanha com a orquestra do Cassino Atlântico e é apontado por críticos europeus como um dos maiores trompetistas do mundo. Ainda nos anos 1930, atua como instrumentista e diretor de orquestra nas emissoras Educadora, Mayrink Veiga e Phillips, além de tomar parte no Grupo da Guarda Velha e na Orquestra Diabos do Céu, regidos por Pixinguinha.

Deixa mais de 50 composições, algumas gravadas por conhecidos cantores e instrumentistas. Em 1972, sua marcha “Mais uma Estrela”, composta com Herivelto Martins (1912-1992), é regravada por Nara Leão (1942-1989) para o filme Quando o Carnaval Chegar (1972), de Cacá Diegues (1940).  Em 1979, o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro lança o disco Bonfiglio de Oliveira Interpretado por Copinha e Seu Conjunto. Em 2002, o selo Revivendo reúne as gravações de seus principais sucessos, alguns interpretados pelo próprio compositor, no disco Bonfiglio de Oliveira – Compositor e Trompetista de Ouro.

Em abril de 2024, o professor e historiador Antônio Figueiredo Júnior lançou em Guaratinguetá o livro "Bonfiglio de Oliveira, O Piston Mágico do Brasil", uma biografia com detalhes da trajetória do artista. [2]


Referências

  1. Enciclopédia Itaú Cultural. «Biografia na Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras». Consultado em 25 de novembro de 2019 
  2. «Quem foi Bomfiglio de Oliveira, piston mágico de Guará». OsPaparazzi. Consultado em 1 de abril de 2024 
  Este artigo sobre um músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.