Abrir menu principal
Border terrier
Nome original Border Terrier
País de origem  Reino Unido
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 3 - Terriers
Seção 1 - Terriers de médio e grande porte
Estalão #10 12 de março de 1998

A border terrier[Nota], originária do Reino Unido, é uma raça cuja origem não é claramente conhecida. Sabe-se que foi encontrada no fim do século XVIII na fronteira entre a Inglaterra e a Escócia. Em decorrência de sua pouca popularidade, não passou pelos cruzamentos indiscriminados da moda, o que assegurou a manutenção de suas características físicas. Esta raça atinge os 7 kg, tem seus exemplares de pernas longas, que lhe garantem velocidade, o corpo compacto e robusto para caçar raposas em tocas, e a pelagem dura e densa, que os protege do frio e possui cinco variações de cores. Entre as peculiaridades físicas estão a destreza que seus longos membros lhe garantem para segurar objetos. Dito mais calmo que os terriers, o que o torna um bom cão de companhia,leal e inteligente tem seu adestramento classificado como de dificuldade mediana.[1]

Os cães desta raça têm um temperamento difícil e são muito desconfiados podendo ser um pouco agressivos quando não conhecem as pessoas, no entanto, se forem ensinados desde pequenos tornam-se cães muito sociais, simpáticos e afetuosos.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Fogle (2009), pág 82

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Border terrier
  Este artigo sobre cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.